Fale Conosco

2 de setembro de 2009

Maranhão assina contrato que garante água na Grande JP



O Governo Federal confirmou aporte de recursos na ordem de R$ 58,6 milhões para a conclusão das obras da Transposição Litorânea, que vai garantir água na região metropolitana de João Pessoa até 2025. O projeto foi incluído pela ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do abastecimento d’água e do saneamento básico, anunciado nesta quarta-feira (2) pelo ministro das Cidades, Márcio Fortes, e pela própria ministra Dilma. Para a seleção dos projetos foram priorizadas ações em estágio avançado de planejamento, para que as obras sejam iniciadas o mais rápido possível, de acordo com o Ministério das Cidades.

A Transposição Litorânea tem sua primeira etapa atualmente em execução no âmbito do PAC e levará água tratada para mais de 1,5 milhões de pessoas na Grande João Pessoa, além de Santa Rita, Bayeux, Cabedelo e Conde, com um investimento de cerca de 85 milhões de reais. Para a segunda etapa, espera-se a confirmação de um financiamento da ordem de R$ 50,2 milhões, suficientes para a construção de mais duas barragens e dois sistemas de captação e adução que irão integrar-se ao sistema da 1ª etapa.

Elogios – Durante a cerimônia de divulgação dos projetos de abastecimento de água, a ministra Dilma Rousseff elogiou o trabalho desenvolvido pelos governadores, citando o Governo da Paraíba. “Nós (o governo federal) fomos beneficiados pelos governadores comprometidos com a melhoria das condições de vida da população. Sem liderança da parte do governador, que teve seu projeto aprovado no âmbito do PAC, isto seria impossível. A gente comemora a qualidade da gestão. Isso mostra que a questão da pessoa humana está no centro das preocupações desses gestores”, declarou.

Qualidade de vida – O governador José Maranhão adiantou que o projeto da Transposição Litorânea foi elaborado durante o seu segundo governo. “Esse foi um projeto que nós deixamos no governo que exercemos até 2002. Lamentavelmente, apesar de encaminhado, nada havia sido feito até agora. Então, eu posso celebrar que em apenas seis meses de Governo nós já conseguimos emplacar no PAC Saneamento o valor de 58,6 milhões de reais, que são importantes para melhorar a qualidade de vida de João Pessoa”.

Maranhão lembrou, ainda, que os recursos, frutos da parceria com o Governo Federal, só vêm crescendo. “É bom lembrar que nós não temos apenas esse projeto. Nós temos também outros projetos na Grande João Pessoa com recursos do PAC e também com recursos próprios do Estado. Aliás, todos os projetos do PAC envolvem recursos próprios do Estado na ordem de 20% a 25%”, explicou o governador.

Ao todo foram anunciados nesta quarta-feira, 108 projetos beneficiando 88 municípios selecionados pelo Ministério das Cidades para receber recursos de R$ 4,5 bilhões, por intermédio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Saneamento. Do total de R$ 4,5 bilhões, R$ 3 bilhões serão destinados a projetos de esgotos e R$ 1,5 bilhão a projetos de água. Na cerimônia, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, lembrou que no passado não se investia em saneamento no Brasil e ressaltou que “cada um dos projetos escolhidos vai sair do papel e virar realidade”.

Sérgio Botelho, da Secom-PB em Brasília