Fale Conosco

7 de maio de 2013

Manancial sai do colapso e Cagepa volta a abastecer cidades do Brejo paraibano



As chuvas caídas nas últimas semanas na região do Brejo paraibano trouxeram alento para moradores de diversos municípios que vinham sendo abastecidos por carros-pipa desde dezembro do ano passado. De acordo com a Diretoria de Operação e Manutenção da Cagepa, nesta terça-feira (7), as populações das cidades de Belém, Caiçara e Logradouro, além dos distritos de Rua Nova, Cachoeirinha e Braga, voltaram a receber água através das redes de distribuição da Companhia, mesmo que ainda em regime de racionamento.

Estudos feitos por técnicos da Cagepa mostram que o manancial de Lagoa do Matias, que abastece as localidades, está com 27% de sua capacidade de armazenamento d’água. “Por essa razão, a Gerência Regional do Brejo decidiu, de segunda à quinta-feira, distribuir água para os moradores de Belém, Caiçara e Logradouro e, de sexta-feira até o domingo, para os distritos de Rua Nova, Cachoeirinha e Braga”, informou o engenheiro José Mota Victor, diretor de Operação e Manutenção da Cagepa.

Já a gerente da Cagepa no Brejo, engenheira Eulina Dantas Bezerra, disse que, sendo distribuída em sistema de racionamento, a água existente atualmente na Lagoa do Matias é suficiente para garantir o abastecimento dessas localidades até o mês de julho. “Como as previsões são de que teremos mais chuvas nos próximos meses na região, já é possível fazer com segurança o abastecimento com o cuidado de racionar para evitar surpresas desagradáveis”, explicou.

Eulina informou ainda que, se as previsões meteorológicas forem confirmadas, a expectativa da Cagepa é de que no decorrer do mês de junho o abastecimento d’água esteja sendo feito diariamente. Ela lembrou que, mesmo com a retomada do abastecimento pelo sistema de racionamento, as faturas não serão emitidas.