João Pessoa
Feed de Notícias

Mais de mil pessoas atendidas no Hospital Regional em 2010

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 - 09:05 - Fotos: 

A maioria dos atendimentos foi registrada no ambulatório de pacientes que chegaram no hospital em busca de atendimento médico nos clínicos e pediatras. Os casos de urgência e emergência registrados entre o dia 1º de janeiro até esta segunda-feira, principalmente os chamados de alta complexidade, ultrapassam os 50 atendimentos. São os atendimentos que exigem prioridade, envolvendo pessoas vítimas de espancamentos, agressões ou que foram feridas a tiros, facadas e acidentes de moto ou carro. No ano passado, o Hospital Regional atendeu mais de 100 mil pessoas.

Por ser uma unidade especializada em atendimento aos casos de urgência e emergência, o Hospital Regional tem recebido diariamente pessoas de várias cidades da Paraíba. Como já era esperado, o primeiro final de semana de 2010 foi marcado por muitos atendimentos a pessoas vítimas de espancamentos, facadas, tiros e acidentes de motos e de carros. A equipe de plantão formada por ortopedistas, cirurgiões, enfermeiros e outros profissionais, foi mobilizada diversas vezes, principalmente no sábado a noite.
         
No começo da noite do sábado, uma mulher foi esfaqueada pela cunhada e também recebeu atendimento no Hospital Regional. Por volta das 22h do sábado, um agricultor de Solânea chegou no Hospital trazido por uma ambulância bastante ferido. Ele foi atingido por sete tiros de revolver disparados por um bandido durante assalto. As 23h a equipe de plantão foi novamente acionada desta vez para atender um rapaz de 17 morador de Remígio que fora vítima de uma bala perdida. Assim, o plantão foi movimentado até o dia amanhecer.       

No domingo, duas pessoas de João Pessoa deram entrada no hospital depois de terem sido feridas em um acidente automobilístico.Outros casos também foram registrados no domingo.
      
Na manhã desta segunda-feira por exemplo, um homem chegou no hospital abalado emocionalmente. Ele estava em um motel quando passou mal e teve que ser socorrido pelo Samu. O rapaz chegou no hospital visivelmente desorientado e com dores no corpo. Ele foi medicado, efetuou um Raio X e depois foi liberado.
     
Referência em todo Estado, o Hospital Regional é o único a possuir todas as especialidades, assistindo os pacientes do Serviço Único de Saúde. O Hospital, mantido pelo governo do Estado através da Secretaria de Saúde, funciona com médicos de plantão por 24h. Por dia são atendidas em média 300 pessoas de Campina Grande e mais 170 municípios do Compartimento da Borborema. O atendimento registrado em 2009 ultrapassou as 100 mil pessoas, a maioria no ambulatório.
       
Criado há 9 anos pelo governador José Maranhão, o Hospital Regional tem como missão fazer o atendimento de urgência e emergência. O hospital é o único público existente em Campina Grande a atender aos pacientes assistidos pelo SUS em 18 especialidades.
 

Assessoria de Imprensa