João Pessoa
Feed de Notícias

Mais de 800 homens reforçam a segurança na Romaria da Penha

sexta-feira, 22 de novembro de 2013 - 18:06 - Fotos:  Evandro Pereira

O plano operacional desenvolvido de forma integrada pelos órgãos operativos da Secretaria de Segurança e da Defesa Social (Seds) foi apresentado na manhã desta sexta-feira (22) durante coletiva à imprensa. Serão utilizados 820 homens e mulheres das Polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros para reforçar a segurança durante a 250ª Romaria da Penha, realizada neste sábado (23), em João Pessoa. O objetivo é garantir que os fieis façam de forma tranquila o percurso de 14 quilômetros, que vai da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes , na avenida João Machado, até a praia da Penha, em João Pessoa.

O plano foi apresentado pelo secretário Cláudio Lima, o superintendente do Departamento de Trânsito (Detran), Rodrigo Carvalho, o comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Jair Carneiro, e pelo delegado geral de Polícia Civil, Carlos Alberto Ferreira da Silva.

A Polícia Militar empregará 685 policiais, que farão a segurança nas modalidades a pé e motorizado. O efetivo será distribuído em pontos estratégicos ao longo dos 14 quilômetros de percurso da caminhada e ainda nos 18 Postos de Observação Policial (POPs) montados para aumentar a visibilidade durante todo o evento.

Segundo o coronel Euller Chaves, as ações da PM têm início já na noite desta sexta-feira (22),  com a segurança do show musical que acontece no campo do Santuário da Penha (no bairro da Penha), e seguem até o domingo (24), quando terminam as comemorações. Conforme adiantou, a segurança da PM atuará em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana de João Pessoa, através do monitoramento em tempo real por câmeras colocadas no perímetro do percurso.  

O coronel Jair Carneiro assegurou que 75 homens e mulheres irão estar presentes no evento, com o apoio de quatro policiais militares do quadro de saúde. Em dois locais serão montadas tendas de atendimento, sendo três em frente ao posto policial na praia da Penha, com distribuição de pulseiras de identificação e panfletos. Uma outra será instalada na orla como ponto base para guarda-vidas, entre outras atividades. “A atuação será feita em todos os pontos do percurso e a população pode ficar ciente da ação do Corpo de Bombeiros em todos os pontos da Romaria, desde concentração, missa campal e percurso”, disse o comandante da corporação.

Para Wagner Dorta, superintendente da 1ª Região Integrada de Segurança Pública (Reisp), o trabalho da Polícia Civil, que envolve 60 policiais atuando de forma descaracterizada, mostra que a Segurança está atenta a qualquer ato suspeito, inclusive dentro da multidão. “Esses policiais trabalhando de forma velada ajudarão a identificar situações pontuais que possam vir a causar problemas. Estaremos atentos a fim de coibir o tráfico de drogas, crimes contra o patrimônio e até contra a vida. Delegacias estarão de plantão nas áreas do percurso e a serviço do cidadão que precisar”, confirmou o superintendente.

Já o superintendente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Rodrigo Carvalho, reforçou que as equipes da Operação Lei Seca, formadas por  agentes do Detran e do Batalhão de Policiamento de Trânsito – BPTran,  estarão nas ruas a partir das 21h do sábado (23) até a tarde do domingo (24). Os agentes  de trânsito estarão distribuídos por todo o percurso. Serão utilizadas 12 viaturas da Operação Lei Seca, algumas delas equipadas com computadores interligados ao banco de dados do Detran para facilitar as consultas referentes à documentação de veículos e condutores.

O secretário de Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, ressaltou que as forças policiais estarão unidas para manter o clima de paz no evento religioso, considerado de grande porte. “Nossa perspectiva é de um sistema de segurança, que envolve tanto a pasta da segurança quanto outras, ou ainda órgãos como o Detran, sempre parceiro das polícias. O objetivo é impedir ou conter qualquer tipo de tumulto que venha causar transtornos durante a Romaria da Penha ou outros eventos religiosos programados para este fim de semana”, frisou.