Fale Conosco

25 de maio de 2009

Mais de 7 mil famílias inscritas no Programa Minha casa, Minha vida



Somente nesta segunda-feira (25), primeiro dia de inscrição do programa “Minha Casa, Minha Vida”, a Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap) inscreveu mais de sete mil famílias com renda mensal de até10 salários mínimos.

As inscrições estão sendo feitas pela internet, através do site da Cehap (www.cehap.pb.gov.br). Para as famílias que não tem acesso à Internet, a Companhia está disponibilizando estações de acesso à internet na sede da Cehap de João Pessoa e em Campina Grande, no Auditório da Secretaria de Interiorização.

No primeiro dia de inscrição, mais de 300 pessoas receberam senhas de atendimento na sede de João Pessoa, e em Campina Grande foram distribuídas 250 senhas. Muitas famílias interessadas chegaram de madrugada, mesmo sabendo que as inscrições serão permanentes.

O presidente da Cehap, Carlos Mangueira, pediu calma a população argumentando que “não é preciso correria, pois as inscrições serão permanentes, com isso atenderá toda demanda. Não será a ordem de inscrição que indicará a prioridade para a família ser beneficiada com o programa. A prioridade será definida por um sistema de critérios que envolvem questões como renda, número de deficientes, de idosos, entre outros”.

A ideia é que a população procure, preferencialmente, fazer as inscrições pela internet. Caso não consigam se inscrever, procurar atendimento nas sedes da Cehap.

Todos os inscritos no programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ automaticamente estarão participando de sorteios em atos públicos dos demais programas habitacionais administrados pelo Governo do Estado.
 
Personagens  – O aposentado por deficiência física Francisco do Nascimento, de 53 anos, tenta sair do aluguel. Atualmente, ele paga R$ 150,00 mensais para morar em uma casa de dois cômodos com a esposa e um neto pequeno.

 "Eu moro de aluguel por mais de 15 anos, minha renda familiar é de quase dois salários mínimos porque minha esposa é doméstica. Quero pagar por uma coisa que vai ser minha."
A pensionista Rosilda Sebastião da Silva, de 42 anos, quer sair da casa dos pais, onde vive desde que casou há 20 anos.  

"Hoje sou viúva e moro num quartinho no fundo da casa de meus pais com duas filhas”, explica. Ela espera ter renda suficiente para pagar uma prestação mensal de R$ 100.
 
Cadastro na Internet – A inscrição deve ser feita pelo site (www.cehap.pb.gov.br) podendo ser acessado de qualquer lugar. O processo virtual é rápido e simples: ao acessar o site da Cehap, o interessado faz a inscrição clicando inicialmente no banner do Programa “Minha Casa, Minha Vida”. Em seguida, tem que preencher um formulário com dados pessoais, tais como CPF, RG, renda familiar, endereço e o Número de Identificação Social. Ao finalizar, o internauta deve clicar no botão gerar comprovante de inscrição.

Graça Macena, da Assessoria da Cehap