João Pessoa
Feed de Notícias

Mais 194 aprovados em concurso estão aptos a atuar nos presídios

quinta-feira, 9 de agosto de 2012 - 17:23 - Fotos:  Vanivaldo Ferreira/Secom-PB

Mais um curso de formação para agentes penitenciários, que acontece na Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (Espep), chega ao fim neste sábado (11). As aulas estão sendo oferecidas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), para candidatos aprovados em concurso público realizado em 2008.

Após concluírem a primeira etapa de provas objetivas e discursivas, os aprovados passaram por uma avaliação psicológica até chegarem nesta última e terceira etapa de formação de agentes penitenciários. O curso está no seu 16º grupo e neste momento forma 194 agentes penitenciários. Foram duas semanas de aulas práticas e teóricas em horário integral.

O agente penitenciário Jaílson de Matos faz parte do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE) e foi um dos instrutores da disciplina de Rotinas e Procedimentos Operacionais em Unidades Prisionais. Ele apresentou aos alunos formas de escolta e custódia de apenados e disse que os procedimentos apresentados são de extrema importância para que as ações realizadas pelos futuros agentes mantenham um padrão de execução, podendo, assim, se elevar a expectativa de êxito nas operações.  Além disso, eles aprendem a manusear as armas de fogo e os equipamentos que farão parte do seu dia a dia, como algemas e tonfa (cassetete).

Disciplinas – O Curso de Formação teve carga horária de 100 horas/aula, divididas em cinco módulos, sendo quatro módulos de aulas teóricas e um de atividades práticas: Módulo I – Administração Penitenciária – 20h; Módulo II – Saúde e qualidade de vida – 8h; Módulo III – Segurança e Disciplina – 28h; Módulo IV – Relações Humanas e Reinserção Social- 20h; Módulo V – Atividades Práticas – 24h.

Novos cursos – Nesta segunda-feira (13), começa o 17º e último grupo da 3ª etapa do concurso público para a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária, e se prolongará até o dia 25 de agosto.

O futuro agente penitenciário Valter Pereira, 26 anos, destacou a importância do conhecimento repassado pelos instrutores para que os novos saibam exatamente como proceder em qualquer situação “Eles sabem o que dizem, porque já têm experiência no sistema, e para nós é bom entrarmos com uma boa noção do que podemos encontrar. Além disso, recebemos instruções teóricas sobre leis e direitos humanos que vão nos guiar na profissão”, disse.

Constatado o cumprimento das exigências do edital, será divulgada uma lista no Diário Oficial para que a Secretaria de Administração faça a convocação para nomeação e posse dos agentes penitenciários. Eles irão compor o efetivo das penitenciárias e cadeias públicas do Estado.