Fale Conosco

20 de junho de 2014

RoboCup reúne conceituados engenheiros nacionais e internacionais na PB



robocup 2014 270x270 - RoboCup reúne conceituados engenheiros nacionais e internacionais na PB

Os mais conceituados engenheiros do mundo se reúnem pela primeira vez na Paraíba para disputar um campeonato internacional de futebol de robôs. A RoboCup 2014 também possui outras modalidades de competição, além de uma programação com espaço simpósios, workshops e oficias. O evento acontece de 19 a 25 de julho, uma semana após a Copa Mundial de Futebol, no Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima. O torneio conta com o apoio do Governo do Estado da Paraíba. A entrada é gratuita para os visitantes.

A secretária executiva de Ciência e Tecnologia do Estado, Francilene Procópio, destacou que o campeonato coloca a Paraíba no roteiro dos eventos de grande porte realizados no Brasil. “Trata-se do maior evento de robótica do mundo atualmente. Ele será realizado uma semana após a Copa do Mundo. A expectativa é que o evento lance nacional e internacionalmente o nosso Centro de Convenções, mostrando que João Pessoa está preparada para sediar grandes eventos”, ressaltou.

 Francilene Procópio explicou ainda que a RoboCup 2014 estimula o estudo e pesquisa de robótica, pois reúne alunos e especialistas. “É uma olimpíada que reúne alunos de nível médio e fundamental, estudantes de engenharia e engenheiros formados. Haverá um conjunto de ligas para diferentes faixas etárias, com graus variados de dificuldades. São equipes de 45 países participando. Duas dessas equipes são paraibanas”, disse.

A RoboCup 2014 é um evento oficial do Ministério do Esporte, organizado pela Sociedade Brasileira de Computação, em conjunto com dezenas de universidades do país. A organização do torneio no Brasil, que não tem fins lucrativos e tem caráter sustentável, conta ainda com mais de 400 professores voluntários. O projeto também é organizado mundialmente pela RoboCup Federation. O torneio acontece em um país diferente a cada ano. Quando há Copa do Mundo, a competição é realizada, preferencialmente, no país sede do evento da Federação Internacional de Futebol (FIFA).

Disputa em cinco categorias – Ao todo, haverá disputa em cinco categorias principais, ou ligas (Soccer, Rescue, @Home, Work e RoboCupJunior). Robôs, livres de controles remotos, disputarão o campeonato de futebol na liga Soccer, que por sua vez é dividida em outras cinco subcategorias – Simulation League; Small Size Robot League; Middle Size League – MSL; Standard Platform League; e Humanoid League. Na subcategoria Humanoid League, que é um dos destaques da RoboCup, os robôs simulam os movimentos do corpo humano e disputam partidas.

Na categoria Rescue, a disputa é entre os robôs utilizados para resgate, simulando situações diversas. Nela as equipes podem concorrer em duas subcategorias – Rescue Robot e Rescue Simulation. Outro destaque da RoboCup 2014 é a categoria @Home, na qual os robôs são submetidos a testes de referência para avaliar habilidades e desempenho em atividades realizadas no ambiente doméstico.

Os robôs da modalidade industrial vão participar de disputas na categoria Work. Eles são equipados com manipuladores avançados para aplicações industriais, cooperando com trabalhadores humanos nas tarefas complexas que vão desde a fabricação, automação, movimentação até logística geral.

Por último, a categoria RoboCup Junior faz parte de uma ação educativa da RoboCup 2014. Foi pensada para crianças de escolas primárias e secundárias, bem como alunos de graduação que não têm recursos para se envolver em ligas de maior complexidade. Essas equipes disputam em três competições diferentes – Junior Soccer; Junior Dance; e Junior Rescue.

Educação – Além das disputas dentro das ligas, a área educacional também é outro aspecto evidenciado na programação, que conta ainda com oficinas de robótica direcionadas a professores da rede pública de ensino. Na ocasião, serão apresentados robôs que podem ser usados em sala de aula, de maneira lúdica, para ensinar e despertar os alunos para a ciência. No último dia do evento, um simpósio encerrará as atividades, com apresentações de trabalhos acadêmicos de pesquisa de ponta, além de uma palestra do cientista australiano Rodney Brooks, professor emérito do MIT e fundador da iRobot.