Fale Conosco

28 de julho de 2009

Lula inaugura obras e diz que PB vive “nova fase administrativa”



“A Paraíba teve que esperar mais de seis anos para poder inaugurar obras construídas em parceria com o Governo Federal”, foi o que afirmou nesta terça-feira (28), o governador José Maranhão, ao recepcionar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Campina Grande, onde juntos inauguraram o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba-IFPB (antigo Cefet), e a duplicação da BR-230. Na ocasião, o governador recebeu a confirmação do presidente de que a BR-104, ligando Campina até a cidade de Caruaru (PE), também será duplicada.

O presidente Lula chegou ao Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande, às 10h40,onde concedeu entrevista a uma emissora de rádio, se deslocando depois para entregar o novo centro de formação e foi, em seguida, fazer a inauguração do trecho da rodovia, onde chegou às 15h30, sendo recebido por diversas caravanas vindas de vários municípios que o aguardava desde as primeiras horas da tarde do Litoral e do Brejo.

Lula: Paraíba vive nova fase administrativa

Lula disse que a Paraíba vive uma nova fase administrativa e solicitou que o governador José Maranhão reunisse os políticos paraibanos e definisse as obras que possam ser inseridas no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) para 2010, informando que pretende deixar projetadas as ações para o período de 2011 até 2015, de modo que o novo ocupante do Palácio do Planalto encontre diretrizes que sirvam de indicativos “para prosseguir no caminho do desenvolvimento econômico e social do País”.

Ele prometeu retornar a Paraíba no mês de novembro deste ano para inaugurar obras financiadas pelo PAC em Campina Grande. Garantiu que é seu desejo trazer mais obras para beneficiar as famílias paraibanas. Também convidou o governador Maranhão para integrar a caravana que comandará a partir de setembro em visita as obras de transposição do rio São Francisco.

E disse mais: a Paraíba será contemplada com uma usina de biodiesel, dentro do programa de estímulo a energia renovável que pretende instalar no Nordeste. O Estado deverá receber um montante de R$ 9 bilhões através do PAC.

O presidente recordou que seu relacionamento com o Maranhão vem desde o ano de 1998, prosseguiu nas eleições de 2002 e novamente continuou no ano de 2006. “A minha relação com os governos é institucional e com o povo é moral”, comentou Lula, acrescentando que o Bolsa Família é o maior programa social do mundo, sendo um importante mecanismo de transferência de renda do País. O presidente disse que em 10 anos a região Nordeste terá uma nova feição econômica e social.

Maranhão: rodovia é importante para a circulação de riquezas

“A Paraíba está alegre por receber a visita do presidente Lula, que chega para inaugurar obras e não vem de mãos vazias”, afirmou Maranhão. Ele lembrou que foi preciso esperar muitos anos para que obras como a duplicação da BR-230 fossem entregues definitivamente a população, “tudo porque faltava interesse do governo anterior, por isso foi postergada”, acrescentou.

Maranhão disse que a duplicação da rodovia é importante para a circulação de riquezas e vai se completar com os trabalhos da BR-101, que deverá ser inaugurada no primeiro semestre de 2010, e a duplicação da BR-104, ligando Campina Grande à cidade de Caruaru (PE). Sobre essa rodovia, o presidente Lula disse que o governador não perdeu tempo e lhe solicitou a obra, que aliás vinha sendo cobrada desde o tempo em que era senador.

O governador também falou sobre o ritmo das obras que encontrou paralisadas. “Em dois anos as obras andaram apenas 3% e em quatro meses chegaram a 30%. Os recursos chegaram para as obras e não vão ser desperdiçados”, afirmou Maranhão. Na inauguração da rodovia, também estavam os prefeitos das cidades de Pedra de Fogo, Itabaiana, Salgado de São Felix, Rio Tinto, Mataraca, Santa Rita e de Mamanguape.

A rodovia – O trecho de 46 km inaugurado na tarde desta terça-feira complementa a duplicação da rodovia entre João Pessoa e Campina Grande. O valor do investimento pelo Governo Federal para a realização das obras foi de R$ 84 milhões.

A BR-230 é uma importante via de integração entre o Porto de Cabedelo e os dois principais pólos de desenvolvimento econômico e social da Paraíba, que são João Pessoa e Campina Grande. A sua duplicação aumenta a segurança e o conforto dos usuários que utilizam a rodovia. O Ministério do Transportes entendeu que a rodovia não tinha mais capacidade de suportar a demanda de tráfego, gerando congestionamentos, elevação dos riscos de acidentes, do tempo de viagem e do custo operacional dos transportes. Foram duplicados e restaurados 112,3 quilômetros de pista.

Uma comitiva de 19 pessoas acompanhou o presidente Lula na sua vinda à Paraíba, entre elas os ministros da Educação, Fernando Haddad, e dos Transportes, Alfredo Nascimento, mais os prefeitos de Campina Grande, Veneziano Vidal do Rego e da Capital, Ricardo Coutinho, além do senador Roberto Cavalcanti, deputados federais e estaduais, e secretários do Estado e servidores do Governo Federal. 

José Nunes, com fotos de Mano de Carvalho e Antonio David, da Secom-PB