João Pessoa
Feed de Notícias

Lígia recebe delegação do Quênia para troca de experiências sobre segurança alimentar

quarta-feira, 18 de maio de 2016 - 09:39 - Fotos:  Junior Fernandes

A vice-governadora Lígia Feliciano recebeu na tarde dessa terça-feira (17) a delegação do governo do Quênia com 30 representantes. Eles estão na Paraíba para conhecer a experiência de apoio à agricultura familiar e trocar experiências sobre segurança alimentar. A reunião também contou com a presença de técnicos e representantes do Governo do Estado, das Nações Unidas e da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Durante o encontro houve uma troca de conhecimentos sobre programas e atividades desenvolvidas pelos governos estadual e federal no sentido de garantir sustentabilidade e desenvolvimento à agricultura familiar e, simultaneamente, garantir alimentos a pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar.

“Ficamos muito felizes em poder servir de modelo para o Quênia, um dos países mais importantes da África. O fato de estarmos aqui com essas pessoas do governo queniano significa também levar o nome da Paraíba para outros continentes. Criamos uma secretaria para atender melhor as demandas e garantir o direito à alimentação adequada das pessoas que vivem em insegurança alimentar e nutricional. Creio que esse olhar de outro país sobre nós já seja um reconhecimento desse trabalho”, pontuou Lígia Feliciano.

“A Paraíba desenvolve ações em diversas áreas para que, de forma integrada, consiga diminuir o número de pessoas com algum tipo de insegurança alimentar e nutricional, além de planejar ações para o desenvolvimento sustentável desde a agricultura até a assistência social”, destacou a secretária executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária do Estado, Ana Paula Almeida.

A secretária permanente do Trabalho e dos Assuntos Sociais do Quênia, Susan Mochache, disse que a experiência com os programas sociais brasileiros vai ajudar o país dela. “Estamos aqui para estudar as ações e entender como esses programas se integram com estados e municípios. Com base no que estamos vendo, são muitas lições que vamos levar. O Quênia tem desenvolvido programas, mas ainda precisamos progredir em todo o continente africano”.

“Tirar as pessoas da miséria faz com que a economia cresça, e políticas sociais são investimentos que o país faz para o futuro. Os representantes da África estão muito interessados em criar políticas para não depender de ajuda externa. O exemplo da Paraíba certamente vai ajudar os africanos”, frisou Daniel Balaban, diretor do Centro de Excelência contra a Fome, do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas.

O superintendente regional da Conab, Gustavo Guimarães, destacou que os programas desenvolvidos na Paraíba são bons exemplos para outros países. “Somos um estado sócio economicamente pobre, mas temos muitas coisas boas para mostrar. Acreditamos que as ações tão bem sucedidas no Governo do Estado, com relação à segurança nutricional, possam ser expostas e servir de molde para o exterior”, ressaltou.