João Pessoa
Feed de Notícias

Lígia propõe a empresários chineses projeto de energia sustentável na Paraíba

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017 - 10:30 - Fotos: 

A vice-governadora Lígia Feliciano cumpriu agenda oficial na cidade chinesa de Shenzhen, nesse fim de semana, onde propôs aos empresários locais a elaboração de um projeto piloto para uma indústria de transformação de resíduos sólidos em energia na Paraíba. A cidade é conhecida mundialmente por seus projetos sustentáveis e pela luta contra a poluição do meio ambiente. Lígia também discutiu a política municipal com a vice-presidente da Assembleia Popular de Shenzhen, Liu En, e a visita de grupos de empresários ao Estado para projetos de cooperação. O cônsul-geral do Brasil, José Vicente Lessa, se comprometeu em articular esse intercâmbio entre os empresários chineses e a Paraíba.

Lígia visitou o projeto da maior usina de transformação de resíduos sólidos em energia do mundo, que estará em pleno funcionamento daqui a três anos. Na ocasião, Lígia fez um convite oficial a um dos diretores da empresa para conhecer a Paraíba e estudar formas de cooperação para efetivar um projeto de uma usina similar na Paraíba. “A correta forma de descartar o lixo é uma problemática antiga que nós brasileiros enfrentamos há anos. Visitar esse projeto tão ambicioso foi muito interessante. Por isso, convidei os empresários chineses para virem ao nosso Estado e estudar formas de viabilizar um projeto similar, que vai gerar renda e economia”, afirmou.

O rápido crescimento da cidade, que passou de uma vila de pescadores a uma grande metrópole em apenas 30 anos, chamou a atenção de Lígia, que discutiu juntamente com os integrantes da assembleia local os motivos para o crescimento. “Uma das razões principais é a mudança da política local, transformando a cidade numa espécie de zona franca, como a de Manaus. Na cidade também existem muitas indústrias e empresas com interesses em fazer investimentos, como grandes indústrias de roupas, infraestrutura e joias. Visitamos uma dessas fábricas de joias e vimos o grande potencial desse tipo de indústria. Entreguei um presente da Paraíba e convidei-os para nos visitarem no Brasil e ver a possibilidade de investimentos no nosso Estado”, relatou.