João Pessoa
Feed de Notícias

Levantamento do IPC mostra aumento de 11,04%, entre os meses de abril e maio

quarta-feira, 23 de junho de 2010 - 08:52 - Fotos: 
Os jogos da Copa do Mundo puxaram a alta de 11,04% nos preços dos aparelhos de TV e som, entre os meses de abril e maio deste ano, nas lojas de João Pessoa. A conclusão é do levantamento do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), divulgado nesta quarta-feira (23), pelo Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme). Em maio, o IPC registrou leve aumento de 0,16%.

No levantamento do custo de vida do pessoense, os técnicos do Ideme identificaram que, ao longo de 2010, os aparelhos de TV e som têm registrado aumento de preço nas lojas do comércio de João Pessoa. “Os jogos da Copa aqueceram o mercado da venda de aparelhos de TV e som desde o começo do ano, principalmente, no mês de maio. Como houve aumento da demanda por esses produtos, os preços deles automaticamente acabam subindo no comércio”, explicou o economista do Ideme, Geraldo Lopes.

Neste mês de junho, a tendência é que os preços dos aparelhos de TV e som continuem mais ‘salgados’ para o bolso do consumidor, segundo Geraldo Lopes. Contudo, após a Copa do Mundo, os valores desses produtos devem sofrer redução. “Depois, a procura pelos aparelhos de TV vai diminuir e, com isso, os preços tendem a baixar”, disse Geraldo Lopes.

A recomendação do economista do Ideme é que os pessoenses esperem o fim da Copa para comprar os aparelhos de TV e som, no comércio de João Pessoa. “As pessoas que querem comprar um aparelho de TV com preço mais em conta precisam aguardar o término da Copa. Enquanto isso, se elas quiserem assistir aos jogos da Seleção Brasileira em um aparelho com uma imagem de boa qualidade e sem gastar dinheiro com a compra de uma TV, a recomendação é acompanhar as partidas da Seleção nas casas de amigos, parentes ou até mesmo em telões instalados em bares e em restaurantes”, orientou Geraldo Lopes.

IPC acumulado – Em maio de 2010, o custo de vida ficou em 0,16% mais alto na comparação com abril, enquanto o acumulado de 2010 chega a 2,42%, segundo levantamento do Ideme. Nos últimos 12 meses (maio de 2009 a maio de 2010), o índice está em 6,02%.

Da Assessoria de Imprensa do Ideme