João Pessoa
Feed de Notícias

‘Lei Seca’ já prendeu 351 motoristas embriagados na Paraíba

segunda-feira, 11 de novembro de 2013 - 11:26 - Fotos: 

A Operação Lei Seca flagrou 2.540 motoristas embriagados e 351 foram presos, na Paraíba, desde o início das atividades, em setembro do ano passado. Nesse fim de semana (sexta a domingo), foram efetuados 61 flagrantes e quatro pessoas foram presas, em João Pessoa. Na ação, 603 motoristas passaram pelo teste do bafômetro.

As atividades começaram na noite da sexta-feira (8), na Avenida Ruy Carneiro, e só terminaram por volta da 8h da manhã do sábado (9) na Avenida Cabo Branco. Foram abordados 220 veículos e aplicados 237 testes do bafômetro. Somando os dois pontos de fiscalização, foram flagrados 29 motoristas embriagados e dois foram presos.

Na noite do sábado, a equipe voltou à Avenida Cabo Branco, local com considerável número de flagrantes em todos os finais de semana. Em seis horas de fiscalização, foram abordados 147 veículos e aplicados 164 testes do bafômetro. Vinte e oito motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito do álcool e um foi preso.

No domingo (10), a fiscalização aconteceu na Avenida Beira Rio, das 16h às 21h. Foram abordados 186 veículos e aplicados 202 testes do bafômetro. Quatro motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito do álcool e um foi preso.

Balanço – Este ano, a Operação Lei Seca já flagrou quase o dobro de motoristas embriagados registrado no ano passado. Em 2012, foram 850 flagrantes. Em 2013, o número já chegou a 1.690.

A quantidade de prisões também já representa mais que o dobro do ano passado. Em 2012, foram presos 110 motoristas embriagados, e em 2013 241 motoristas foram presos por embriaguez ao volante.

No ano passado, a Operação Lei Seca abordou 36.876 veículos e aplicou 32.648 testes do bafômetro. Em 2013, foram abordados 24.478 veículos e aplicados 23.811 testes de alcoolemia.

Por determinação do governador Ricardo Coutinho, a Operação Lei Seca integrou as ações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), nas fiscalizações que visam assegurar o cumprimento da lei que proíbe o consumo de bebida alcoólica antes de dirigir. Até então, os dois órgãos realizavam fiscalizações ordinárias no trânsito e os números não eram somados.

Com a criação da Operação Lei Seca, o Governo do Estado comprou viaturas equipadas com computadores interligados ao banco de dados do Detran facilitando as consultas para verificação da documentação de veículos e condutores e agilizando os flagrantes. Outra conquista da Operação Lei Seca foi a contratação de 60 agentes de trânsito, no primeiro concurso público em 80 anos de existência do Detran.

Também foram feitos investimentos em campanhas educativas para alertar a sociedade sobre os riscos da mistura álcool e direção. A campanha é feita nos veículos de comunicação e somada ao trabalho corpo a corpo realizado pela Divisão de Educação para o Trânsito do Detran.

Mobilização – De acordo com o o superintendente do Detran, o Governo realiza campanhas preventivas e intensificou o trabalho dos agentes na rua, com a realização diária das operações. “As blitzen acontecem em dois turnos e se intensificam à noite e na madrugada, também realizamos um trabalho de conscientização, mas é preciso que os motoristas entendam os riscos e o perigo que a mistura álcool e direção podem trazer. O Governo tem feito sua parte.

Em 2010, no também lamentável acidente da defensora pública Fátima Lopes, não existia nenhuma ação, nenhuma fiscalização. Só no último fim de semana efetuamos 61 flagrantes e quatro prisões. Estamos trabalhando, mas precisamos do apoio da sociedade para que outras vidas não se percam por atos irresponsáveis daqueles que insistem em beber e dirigir”, explicou o superintendente do Detran.

O major Rochester Vale, chefe da Divisão de Policiamento de Trânsito do Detran e coordenador da Operação Lei Seca, ressaltou que essas ações visam reprimir a circulação de motoristas sob efeito do álcool, mas principalmente induzir a população a mudar esse comportamento.