João Pessoa
Feed de Notícias

Lacen emite resultados de 15 mil análises por mês em tempo real

sexta-feira, 6 de abril de 2012 - 09:53 - Fotos:  Secom-PB

Foto: Secom-PB

Os serviços do Laboratório Central do Estado (Lacen), da Secretaria de Estado da Saúde (SES), ganharam mais agilidade e o órgão está emitindo, mensalmente, 15 mil resultados de análises em tempo real. Isso está sendo possível após a implantação do Gerenciador do Ambiente Laboratorial (Gal), uma ferramenta informatizada criada pelo Datasus, do Ministério da Saúde. O novo sistema começou a funcionar em junho do ano passado e, no tempo recorde de cinco meses, foram capacitados profissionais em todos os 223 municípios paraibanos para cadastrar as amostras biológicas e acessar os resultados.

A emissão dos resultados dos mais de 50 tipos de exames é instantânea. Em todas as Gerências Regionais de Saúde (GRS) o Gal permite o acesso online dos dados. Sem o sistema, a entrega dos resultados demorava até sete dias. “Em cada cidade foram capacitados dois técnicos para utilizar o sistema. As amostras, antes de ser enviadas ao Lacen, são cadastradas no sistema e cada técnico responsável pelo acesso aos dados do programa possui uma senha individual e intransferível. Eles assinaram um termo de confidencialidade e são os únicos responsáveis por retirar os resultados e entregá-los aos solicitantes”, explicou a diretora do Lacen, Marta Rejane Lemos Felinto.

Depois que as amostram chegam ao laboratório, os resultados das análises ficam prontos em até 24 horas. Os laudos são disponibilizados no sistema online, e podem ser acessados em tempo real,  com a assinatura eletrônica do profissional responsável. Ao invés de esperar que os laudos sejam enviados pelos Correios, por exemplo, os técnicos que possuem as senhas de acesso imprimem os laudos e agilizam o processo de encaminhamento dos usuários ao tratamento. “A intenção é modernizar o processo e facilitar a chegada do resultado dos exames em menos tempo”, enfatizou Marta Rejane.

“O sistema vai atender aos requisitos para otimizar a recepção, análise, emissão e encaminhamento dos laudos para amostras biológicas, uma vez que funciona em ambiente web, permitindo o cadastro prévio da amostra pela vigilância epidemiológica dos municípios e liberação de laudos diretamente via internet para o solicitante, agilizando a resposta laboratorial e, consequentemente, a ação de vigilância em saúde”, explicou a diretora técnica Gerlânia Sarmento da Silva.

Sistema nacional –Técnicos do Lacen participaram de uma capacitação, no Rio de Janeiro, para testar o sistema online de análise de produtos e água, que interligará os Laboratórios Centrais de Saúde Pública de todos os estados brasileiros. “Tendo acesso a esse sistema, o Lacen da Paraíba também poderá se aproximar dos outros 26 laboratórios do país para solicitar a realização de exames que não são feitos aqui, para a complementação laboratorial. Isso vai facilitar o acesso e a comunicação dos resultados para que as providências sejam tomadas de forma mais emergencial”, concluiu Marta Rejane.