João Pessoa
Feed de Notícias

Juliano Moreira ganha novo espaço dentro da proposta de humanização no cuidado da saúde mental

segunda-feira, 15 de agosto de 2016 - 18:10 - Fotos: 

O Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira inaugura, nesta quinta-feira (18), às 9h, a reforma e ampliação do Espaço de Atenção à Crise (EAC), que vai receber pessoas com sofrimento psíquico e dependentes químicos de todos os municípios. Além das mudanças na estrutura física, o lugar passou por uma reformulação no modelo de atendimento e reorganização das equipes multiprofissionais, com o objetivo de atender a proposta de humanização no cuidado da saúde mental.

“Esta nova estrutura favorece o bem estar dos usuários e servidores, sendo mais um passo de fundamental importância na reforma psiquiátrica”, lembrou o diretor geral do Complexo, Walter Franco.

Uma das principais mudanças no setor aconteceu nas enfermarias onde as grades foram substituídas por portas de madeira; todo o ambiente recebeu decoração com peças artesanais produzidas pelos pacientes; foi criado um espaço de convivência numa área aberta; espalhadas caixas de som, por todo prédio, com músicas instrumentais; foram implantadas a sala de acompanhamento para familiares e acompanhantes dos usuários e a sala multiprofissional para psicólogos e assistentes sociais para familiares dos pacientes internados.

“Entendemos que um usuário com sofrimento psíquico gera clima de estresse na família e neste espaço a equipe receberá os familiares de forma acolhedora e humanizada”, disse o diretor.

A proposta de tempo do internamento é de três a 10 dias, mas, dependendo da situação clínica do paciente, este período será prolongado. O Espaço pode receber até 16 pacientes. Se o usuário for de João Pessoa, deve ser atendido no Pronto Atendimento em Saúde Mental (Pasm), que fica no Trauminha, de Mangabeira. Caso haja necessidade, é feita a regulação para o EAC.

O diretor explicou que o Juliano vem buscando diminuir o tempo de hospitalização. Por isso, a equipe vem desenvolvendo um trabalho conjunto para que o usuário possa se recuperar e restabelecer sua saúde emocional e psíquica num menor tempo possível e, dessa forma, ser encaminhado aos serviços substitutivos – Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

Capacitação - Dentro da política de humanização, o Juliano Moreira, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), promoveu nesta segunda-feira (15) pela manhã o Treinamento Suporte Básico de Vida. A capacitação foi ministrada pela mestranda em saúde pública, Aline Oliveira, para o pessoal de apoio, cuidadores e técnicos de enfermagem do Complexo Psiquiátrico.