João Pessoa
Feed de Notícias

Juizado do Forró faz atendimentos durante festejos juninos em Campina Grande

segunda-feira, 27 de junho de 2011 - 18:16 - Fotos: 

Defensora Pública Fátima Marques. Foto: Secom-PB

Instalado no Museu da Ciência e Tecnologia de Campina Grande, próximo ao Parque do Povo, o Juizado Especial dos Festejos Juninos, conhecido como Juizado do Forró, tem recebido muitas ocorrências em seus plantões. Oito defensores públicos, seis da Comarca de Campina Grande e dois de João Pessoa, estão numa escala especial atendendo aos casos de menor potencial ofensivo que ocorram durante as comemorações do Maior São João do Mundo em parceria com juízes, promotores, policiais civis, militares e peritos do Instituto de Polícia Científica.

Desde o dia três de junho, o Juizado do Forró vem funcionando nos finais de semana e nas datas comemorativas de São João e São Pedro. De acordo com a gerente executiva de administração da Defensoria Pública, Fátima Marques, que também é plantonista, casos de lesão corporal leve, brigas, desacato e outros que não são graves, são encaminhados pela Polícia Militar ao plantão onde todos os procedimentos são feitos na hora para solucionar por meio de audiências e sentenças proferidas pelos magistrados.

Para se ter uma ideia de como funciona, um dos casos recebidos na véspera de São João, dia 23, foi uma briga entre nove pessoas num estacionamento. “Houve agressão física por parte das pessoas que tomavam conta do estacionamento a um grupo que usou uma vaga. O caso de lesão corporal foi levado ao nosso conhecimento e depois de realizarmos exames de corpo delito e tomarmos os depoimentos, foi resolvido em audiência que as partes não iriam seguir com a representação, porque as agressões foram mútuas, mas tem casos em que resolvemos com a aplicação de prestação de serviços à comunidade ou pagamento de cestas básicas”, explicou a defensora Fátima Marques.

O Juizado Especial dos Festejos Juninos tem plantões no Museu da Ciência e Tecnologia nesses dias 28, 29, 30 de junho e 1º e 2 de julho. Cada plantão começa às 22h e encerra às 5h. Nesses próximos dias vão estar trabalhando no Juizado do Forró os defensores Benedito de Andrade Santana, Carlos Alberto Souza, João Pereira de Vasconcelos, Paulo Sérgio Garcia e também a participação do defensor público geral Vanildo Oliveira Brito . “É bom ressaltar que a maioria das audiências vem tendo êxito e por isso a experiência com tipo de parceria itinerante entre os órgãos pode ser estendida a outros eventos no Estado”, completou a defensora.