João Pessoa
Feed de Notícias

Juiz do CNJ destaca trabalho da Defensoria no Mutirão Carcerário

terça-feira, 29 de setembro de 2009 - 17:59 - Fotos: 

O coordenador do Mutirão Carcerário da Paraíba pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), juiz Douglas de Melo Martins, enviou ofício à defensora pública geral do Estado, Fátima Lopes, destacando o trabalho dos 17 defensores públicos que atuaram no Mutirão, de julho passado até este mês. Os defensores foram responsáveis pela análise de 6.336 processos de presos de cinco unidades de João Pessoa, quatro de Campina Grande e duas de Patos.

O ofício de número 014/2009 do juiz diz o seguinte: “Sirvo-me do presente para exaltar o trabalho da Defensoria Pública durante o Mutirão Carcerário. Destaco que a liderança de Vossa Excelência foi fundamental para o êxito do Mutirão Carcerário na Paraíba”.

Para rever 6.336 processos de apenados na Paraíba, trabalharam no Mutirão os defensores Alice Alves Costa Aranha, André Luiz Pessoa de Carvalho, Cardineuza de Oliveira Xavier, Carlos Roberto Barbosa, Carlos Calixto de Oliveira, Ivanildo Francisco Pessoa, Jaime Ferreira Carneiro, Josefa Elizabete Paulo Barbosa, Maria Tâmara Lira de Souza, Maria de Fátima Andrade de Souza, Maria Eliane Alexandre de Albuquerque, Neide Luzia Vinagre Nobre, Percinandes de Carvalho Rocha, Paulo Celso do Valle Filho, Ricardo José Costa Barros, Tereza Lizieux Feitosa Lira e Sonia Maria Carvalho de Souza.

“Os nossos defensores analisaram cada processo e formularam os pedidos que culminaram com o deferimento pelos juízes de benefícios, como a libertação de 451 presos condenados e 319 provisórios. O mutirão realizado pela Defensoria Pública e o Tribunal de Justiça do Estado foi um sucesso graças ao trabalho conjunto. Por isso, mereceu o destaque dado pelo juiz do Conselho Nacional de Justiça”, enfatizou Fátima Lopes.

Ivani Leitão, da Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública