João Pessoa
Feed de Notícias

Jovens e adolescentes participam de aulas práticas do Projeto Sinalizando Vidas

quarta-feira, 20 de junho de 2012 - 08:19 - Fotos: 

Começaram nesta terça-feira (19) as aulas práticas do curso de qualificação técnico-profissional do Projeto Sinalizando Vidas, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Fundação Desenvolvimento da Criança e Adolescente da Paraíba (Fundac-PB). O objetivo do curso técnico em lacração de placas e tarjetas veiculares refletivas é habilitar jovens e adolescentes em conflito com a lei para inserção no mercado de trabalho no setor de confecção de placas veiculares.

As aulas práticas e teóricas do último módulo do curso, com duração diária de oito horas/aula, se estendem até o dia 29 de junho e são ministradas pela equipe técnica do Sindicato Estadual dos Fabricantes de Placas de Veículos Automotores da Paraíba (Sindiplave–PB), em parceria com o Detran-PB e a Fundac-PB, totalizando 80 horas/aula o curso.

Esse módulo, intitulado “Aprendendo a fazer”, é um dos últimos do curso técnico em lacração de placas e tarjetas veiculares refletivas, no qual são abordados o Código de Trânsito Brasileiro, identificação de veículos, resoluções e portarias do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e Departamento Nacional de Trânsito (Denatran); os dez mandamentos do lacrador; o passo-a-passo da lacração veicular; evolução dos selos de segurança, ferramentas e acessórios do lacrador, aula de direção defensiva; entre outros temas.

Os primeiros módulos do curso do “Sinalizando Vidas” são ministrados pelos técnicos da própria Fundac-PB desde abril deste ano. O diferencial nestas oficinas de lacração de placas e tarjetas é que os alunos foram submetidos a situações educacionais dinâmicas.

Após o término do curso, os jovens habilitados serão certificados em solenidade de diplomação. “Estou achando muito boa essa oportunidade, pois a partir de agora ser um lacrador de placas é um meio de vida para mim. Aprender e ter uma profissão é bem melhor. A primeira coisa que vou fazer quando sair do CEJ é correr atrás do meu emprego de lacrador de placas”, comenta o jovem E.L., de 19 anos.

Os jovens e adolescentes trabalharão no Detran-PB, Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) e Posto de Trânsito devidamente fardados e serão acompanhados por outros profissionais. Os aprendizes trabalharão, inicialmente, com a carteira assinada a título de experiência de três meses e depois terão um contrato por tempo indeterminado.

Para a presidente da Fundac, Cassandra Figueiredo, esse convênio vai além da chance de trabalho para os jovens em conflito com a lei, pois propicia desenvolver novas oportunidades educacionais, profissionais, culturais e econômicas para os adolescentes e seus familiares que vivem uma situação de vulnerabilidade social.

“Nós estamos articulando a capacitação profissional com o encaminhamento ao mercado de trabalho, após a saída do adolescente das nossas unidades, fator que irá contribuir com a diminuição do índice de reincidência. O alcance social será bem mais amplo”, explica.

Ressocialização – O Sinalizando Vidas no Estado da Paraíba é o primeiro do país na área de profissionalização nessa modalidade e faz parte do Plano Acordo Social do Governo do Estado. O objetivo é articular meios para a ressocialização de jovens e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de internação e semiliberdade.

Por meio do Detran-PB, que firmou um convênio com a Fundac-PB e o Sindiplave–PB, 116  jovens em conflito com a lei são capacitados, dos quais cerca de 30% serão inseridos imediatamente no mercado de trabalho (empregados com carteira de trabalho assinada) nas lojas de placas veiculares como profissionais na lacração das placas e tarjetas veiculares. O restante ficará num banco de reserva.

“O Sindiplave-PB acredita na ressocialização desses jovens e adolescentes, por isso investe no potencial e no futuro deles, oferecendo oportunidade para que se tornem profissionais na área de lacração de placas veiculares”, afirma o presidente do Sindiplave-PB, Valdemi Júnior.