Fale Conosco

5 de setembro de 2012

Jovens e adolescentes do Projeto “Sinalizando Vidas” são encaminhados ao emprego



O convênio firmado entre o Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), o Sindicato Estadual dos Fabricantes de Placas de Veículos Automotores da Paraíba (Sindiplave-PB) e a Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente da Paraíba (Fundac-PB) encaminhou ao mercado de trabalho 17 jovens e adolescentes que já cumpriram medidas socioeducativas.

A solenidade de entrega dos certificados do curso técnico que vai promover o encaminhamento dos jovens foi realizada, na terça-feira (4), na presença do vice-governador do Estado da Paraíba, Rômulo Gouveia, o superintendente do Detran-PB, Rodrigo Carvalho, a presidente da Fundac-PB, Cassandra Figueiredo, o presidente Sindiplave-PB, Valdemi Júnior, além de  empresários do setor de placas refletivas veiculares de todo o Estado, no auditório do Detran, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

Esses jovens e adolescentes representaram outros 94 que ainda cumprem medidas socioeducativas nas unidades da Fundac-PB e que receberão seus diplomas dentro das unidades, referentes ao curso técnico para lacradores de placas e tarjetas refletivas, oferecido pelo Sindiplave-PB, com a supervisão técnica da Fundac-PB.

Para o ex-interno do Centro Educacional do Jovem (CEJ), José Ademar da Silva Júnior, de 19 anos, o curso representa oportunidade. “Agora estou dando a volta por cima, pois muita gente não acreditava em mim, agora eu posso mostrar para todas as pessoas que eu mudei, com esse emprego eu quero ter uma nova vida, cuidar da minha família e ser feliz”, relata.

Para o presidente do Sindiplave-PB, Valdemi Júnior, esse é um momento importante para cada fabricante de placas refletivas veiculares. “Encaminharemos esses jovens aos postos de trabalho, pois confiamos que eles possam começar uma nova etapa na vida, porque eles podem e são capazes de mudar suas histórias”, reforça.

De acordo com a presidente da Fundac-PB, Cassandra Figueiredo, a importância desse projeto é que ele representa uma oportunidade real de mudança de vida. “Essa conclusão do curso de lacrador de placas veiculares é a certeza de que a oportunidade dada a eles é o meio para alcançar os objetivos, que no caso da fundação é a ressocialização. O que pretendemos é dinamizar a capacitação para que os jovens tenham realmente uma perspectiva de vida e de ressocialização”, afirma.

O superintendente do Detran-PB, Rodrigo Carvalho, afirma que esse projeto representa o cumprimento de uma diretriz do Governo do Estado, de procurar sempre nos programas do órgão ter essa preocupação social. “Esse foi o primeiro projeto social do Detran-PB, no sentido de fazer um convênio com a Fundac-PB para que a mesma recebesse recursos do Detran-PB e pudesse capacitar os jovens”, lembra.

Empregabilidade – Os jovens e adolescentes trabalharão no Detran-PB juntamente com os funcionários que já atuam no Setor de Vistoria das Ciretran’s (Circunscrição Regional de Trânsito) e Postos de Trânsito em todo o Estado. Os aprendizes serão acompanhados por outros profissionais e pela equipe técnica da Fundac-PB e trabalharão, inicialmente, com a carteira assinada a título de experiência de três meses e depois terão um contrato por tempo indeterminado.

Ressocialização – O Projeto Sinalizando Vidas é o primeiro do país na área de profissionalização nessa modalidade e faz parte do Plano Acordo Social do Governo do Estado.

O curso – O objetivo do curso técnico em lacração de placas e tarjetas veiculares refletivas foi habilitar jovens e adolescentes em conflito com a lei para inserção no mercado de trabalho. As aulas práticas e teóricas, com duração 80 horas/aula, foram ministradas pela equipe técnica do Sindiplave–PB, em parceria com o Detran-PB e a Fundac-PB.