Fale Conosco

19 de abril de 2012

Jovens e adolescentes da Fundac são treinados para o mercado de trabalho



O Governo do Estado da Paraíba, por meio da Fundação Desenvolvimento da Criança e Adolescente da Paraíba (Fundac-PB),  inicia nesta sexta-feira (20), as aulas do curso de qualificação social e profissional do Projeto Sinalizando Vidas. Os jovens e adolescentes participaram nesta quinta-feira (19) de uma aula inaugural, que foi realizada no Centro Educacional do Adolescente (CEA) de João Pessoa e de Sousa-PB; Centro Educacional do Jovem (CEJ) de João Pessoa; Casa Educativa e Lar do Garoto, em Campina Grande.

Durante cerca de dois meses e meio, 106 jovens e adolescentes receberão capacitação social e treinamento profissional para se tornarem futuros profissionais na lacração das placas e tarjetas veiculares refletivas, exigidas por lei. O curso profissionalizante acontecerá no turno oposto às aulas de educação básica que esses jovens recebem dentro das unidades, com uma carga horária de 80 horas/aula.

As aulas serão ministradas pelas equipes técnicas da Fundac e do Sindicato Estadual dos Fabricantes de Placas de Veículos Automotores da Paraíba (Sindiplave-PB). O diferencial nas oficinas de lacração de placas e tarjetas é que os alunos serão submetidos a situações educacionais bem dinâmicas com diversas atividades. A metodologia pedagógica que será aplicada pela equipe técnica da Fundac-PB foi planejada e pensada com os professores que receberam capacitação específica no I Encontro de Formação de Técnicos da Fundac para o projeto Sinalizando Vidas.

Três equipes do órgão vão dar suporte operacional nas unidades e avaliar simultaneamente se o curso está tendo êxito durante e após o processo de realização.

Formação cidadã – O Sinalizando Vidas é o primeiro projeto de profissionalização. De acordo com a presidente da Fundac-PB, Cassandra Figueiredo, os adolescentes e jovens vão adquirir conhecimento e ideias que proporcionarão uma noção de como devem comportar-se no mercado de trabalho. “Essa capacitação não é só profissional, há também uma formação cidadã. É uma oportunidade de formação para vida e para o mercado de trabalho”, explicou.

E reforçou: “Nós estamos articulando a capacitação profissional com o encaminhamento ao mercado de trabalho. Após a saída do adolescente das nossas unidades, esse fator irá contribuir com a diminuição do índice de reincidência. Portanto, o alcance social será bem mais amplo”.

A vice-presidente da Fundac -PB, Maria Alice Pereira, participou da aula inaugural e incentivou os jovens e adolescentes matriculados ressaltando que este é o momento para que eles possam mudar a própria história de vida, reescrevendo a partir do resgate da cidadania e ingresso no mercado de trabalho com qualificação profissional exigida.

Novos aprendizados - A expectativa dos jovens do CEJ com a chegada dos cursos para formação social e profissional do Sinalizando Vidas é de que seja de intenso aprendizado. “A sorte está lançada, espero que esse curso traga só coisas boas. É a primeira vez que estou fazendo um curso profissionalizante e pretendo fazer outros. Agora vejo o mundo de forma diferente”, explica um dos adolescentes.

Para os adolescentes o curso é o início de uma trajetória que tem como objetivo garantir um futuro por meio de trabalho remunerado com carteira assinada e que dê condições de viver com dignidade.

Ressocialização – O Sinalizando Vidas é um projeto que faz parte do Plano Acordo Social do Governo do Estado e objetiva articular meios para a ressocialização de jovens e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de internação e semiliberdade. Por meio do Detran-PB, que firmou  um convênio com a Fundac-PB e o Sindiplave–PB, jovens em conflito com a lei serão capacitados e empregados (com carteira de trabalho assinada) nas lojas de placas veiculares como profissionais na lacração das placas e tarjetas veiculares.

O Sindiplave–PB e a Fundac-PB são os responsáveis pelo treinamento e capacitação desses adolescentes. A contratação dos jovens da Fundac-PB será feita pelas empresas responsáveis pelo serviço de emplacamento e lacração de placas e tarjetas veiculares.