Fale Conosco

27 de setembro de 2013

Jovens do Vale do Mamanguape ganharão Escola Técnica Estadual



25.09.13 escola tecnica foto roberto guedes 6 270x202 - Jovens do Vale do Mamanguape ganharão Escola Técnica EstadualA partir de 2014, os jovens do Vale do Mamanguape terão a oportunidade de optar por cursos profissionalizantes na Escola Técnica Estadual de Mamanguape, uma das seis unidades em construção pelo Governo do Estado na Paraíba. Cada escola vai ter capacidade de ofertar 1.200 vagas. Setenta operários estão trabalhando na obra.

As demais escolas estão sendo construídas em João Pessoa, Bayeux, Cuité, Cajazeiras e São Bento. Cada unidade custa em média R$ 7,2 milhões, recursos do governo federal, que totalizam R$ 43,2 milhões.

25.09.13 escola tecnica foto roberto guedes 2 270x202 - Jovens do Vale do Mamanguape ganharão Escola Técnica EstadualA secretária de Estado da Educação, Márcia Lucena, avalia que a instalação das escolas técnicas significa investir no Ensino Médio Integrado à Educação Profissional, a base do desenvolvimento de qualquer sociedade. “O nosso foco com esta iniciativa é inserir o jovem no mundo do trabalho com uma formação técnica para que ele seja capaz de atuar na sua atividade com conhecimento e qualificação profissional”, disse a secretária.

25.09.13 escola tecnica foto roberto guedes 5 270x202 - Jovens do Vale do Mamanguape ganharão Escola Técnica EstadualAs escolas seguem um padrão estabelecido pelo Ministério da Educação e terão primeiro andar, 11 salas de aula, auditório com capacidade para 145 pessoas, biblioteca, sala multimídia para professores, laboratório de línguas, informática, física, química, biologia e matemática, refeitório, cantina, cozinha industrial completa, sala para o grêmio estudantil, oficina de manutenção, anfiteatro, ginásio poliesportivo completo, laboratórios especiais que vão depender da oferta dos cursos e centro de vivências. O Governo projeta a construção de mais nove unidades em outras cidades paraibanas.

Saúde e habitação - Em Mamanguape, o Governo do Estado também constrói o novo hospital regional e está concluindo o residencial Nossa Senhora da Penha com 597 casas populares.