João Pessoa
Feed de Notícias

José Maranhão: nova Feira da Prata é obra que tem a marca do coração

quarta-feira, 14 de outubro de 2009 - 17:14 - Fotos: 

O governador José Maranhão participou na manhã desta quarta-feira (14), em Campina Grande, da inauguração da nova Feira da Prata, o mercado público do bairro do mesmo nome. Inaugurada pelo prefeito Veneziano Vital do Rego, a obra teve custo total de R$ 9,3 milhões, incluindo emendas no valor de R$ 2 milhões do então senador da República, José Maranhão, e de R$ 2,5 milhões do deputado federal Vital do Rego Filho. Uma multidão prestigiou a festa, em especial os 781 feirantes que comemoraram as novas instalações de seus boxes sem custo algum para eles. O presidente da Associação dos Feirantes da Prata, Assis Cabral, agradeceu ao prefeito pelas novas instalações do ambiente de trabalho.

José Maranhão afirmou que tem sido “um prazer imenso contribuir com a administração de Veneziano Vital do Rego, um prefeito que saneou as finanças municipais e tem construído inúmeras obras em Campina Grande”. Ele lembrou ainda que quando “o administrador trabalha com o coração, faz obras como a nova Feira da Prata, que corresponde à necessidade social da população e melhora a qualidade de vida dos campinenses. Agora, as pessoas que precisam fazer suas compras em feiras livres vão encontrar um ambiente muito mais adequado, higiênico, mais moderno”. Maranhão afirmou ainda que “essa obra tem a marca do coração”.

Gratidão – O prefeito de Campina Grande,Veneziano Vital do Rego, em discurso emocionado, agradeceu a Deus, ao governador Maranhão, a seu irmão e deputado federal Vital Filho, “pela concretização de tão importante obra”, e estendeu sua gratidão aos auxiliares de governo, aos feirantes e aos campinenses de um modo geral.

Veneziano afirmou que a nova Feira da Prata também é um espaço turístico por sua moderna engenharia, onde as pessoas encontrarão, além de frutas tropicais e demais alimentos, ambiente para música regional e exposições de artesanatos. “Estamos resgatando emblematicamente a Feira da Prata de maneira digna, higiênica, aonde todos os 781 comerciantes terão condições de trabalho da forma mais desejada”, observou.

Feira Central – O prefeito adiantou que já dispõe dos recursos para a construção da Feira Central (R$ 18 milhões) e anunciou novas inaugurações para os próximos dias, incluindo o oitavo Restaurante Popular, a reforma e ampliação de cinco escolas, esgotamento sanitário do Distrito São José da Mata e a entrega de 120 computadores a professores municipais de Campina Grande. Uma gama de benefícios à cidade que completa 145 anos de fundação. O vice-prefeito de Campina Grande, José Luiz Júnior, foi bastante elogiado pelo prefeito “como parceiro de todas as horas na administração da cidade”.

O deputado federal Vital do Rego Filho parabenizou Veneziano pela realização de um sonho de 40 anos prometido por muitos. O parlamentar também dirigiu palavras de gratidão ao governador Maranhão e aos campinenses por acreditarem na gestão de seu irmão. A obra recebeu as bênçãos do bispo de Campina, Dom Jaime Vieira, após a execução dos hinos Nacional e da cidade.

Prestigiaram a inauguração os prefeitos Nabor Wanderley (Patos), Jota Júnior (Bayeux), dentre outros, além dos vereadores da bancada governista municipal e os deputados estaduais Guilherme Almeida, Rodrigo Soares e Ivaldo Morais. Na comitiva do governador estavam presentes os secretários Antonio Fernandes (Administração), Lena Guimarães (Comunicação), Ana Cláudia Nóbrega do Rego (Interiorização), Assis Costa (executivo da Interiorização), dentre outros auxiliares.

O montante investido foi de R$ 9,5 milhões, incluindo-se nesse valor as ações como a compra do terreno, pavimentação com asfalto de ruas laterais, construção dos boxes provisórios para os comerciantes, além de toda a estrutura da Feira, composta por 112 boxes e 781 feirantes. A Feira da Prata existe há mais de 40 anos e apesar da qualidade tradicional dos seus produtos, funcionava de forma precária numa área de 7 mil metros quadrados, em condições que não propiciava bons atrativos para campinenses e turistas.

Atrações culturais – Antes das falas das autoridades, grupos culturais se apresentaram na Feira, como quadrilhas juninas, a Filarmônica Epitácio Pessoa e dupla de repentistas. À noite, a partir das 20h, houve show comemorativo no Parque do Povo com Cícero Romão, ‘Saia Rodada’ e ‘Forró do Muído’, celebrando também a passagem dos 145 anos de emancipação política de Campina Grande, que aconteceu dia 11 deste mês.

A nova Feira da Prata vai funcionar diariamente, quando atualmente só acontecia aos domingos. Além dos boxes construídos no piso inferior, ainda há na parte superior uma Praça de Alimentação, que apresentará o que há de melhor na cozinha regional. Há também um espaço para a valorização de manifestações culturais, um local para abrigar dezenas de artesãos que irão comercializar produtos diversos, além de um terminal de agência bancária a ser instalado no local.

Josélio Carneiro, com fotos de Ernane Gomes, da Secom-PB