Fale Conosco

24 de julho de 2012

Paraíba Paralímpica é aberta em Campina Grande



Com a exibição de um jogo de bocha, foi aberto nesta terça-feira (24) o Paraíba Paralímpica, no ginásio da Escola Estadual Nenzinha Cunha Lima, em Campina Grande. Durante os jogos, serão oferecidas, além da bocha paralímpica, aulas  gratuitas  de goalball,  futebol  para deficientes visuais e vôlei sentado. O projeto é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

abertura dos jogos paralimpicos de campina grande foto claudio goes (2) Foto: Claudio Goes/Secom-PB

Na solenidade de abertura, o titular da Sejel, José Marco, foi representado pelo chefe do Núcleo de Eventos da Secretaria, Harlen Vilarim.  Ele ressaltou que o Paraíba Paralímpica tem o objetivo não somente de revelar novos atletas, mas sobretudo de promover a inclusão social.

Por sua vez, o secretário da Interiorização e da Ação do Governo, Fábio Maia, enfatizou que o projeto foi concebido quando ele estava no comando da Sejel e que depois foi consolidado na gestão de José Marco. “A inclusão social é uma luta constante e permanente desse governo e, por meio do esporte, ela está cada vez mais se consolidando”, disse Fábio.

O coordenador do projeto e especialista em esportes para a pessoa com deficiência, professor Gilmar Araújo, salientou que, no próximo ano, a competição será realizada em outras regiões da Paraíba. Ele comandou a exibição de bocha com a participação de paralisados cerebrais que utilizam cadeira de rodas. O objetivo do jogo é lançar bolas coloridas o mais perto possível de uma bola branca chamada de “jack” (conhecida no Brasil como “bolim”). É permitido o uso das mãos, dos pés ou de instrumentos de auxílio para atletas com grande comprometimento nos membros superiores e inferiores. Há três maneiras de se praticar o esporte: individual, duplas ou equipes.

Inscrições – Em Campina Grande, as inscrições para o Paraíba Paralímpica são feitas na gerência da Sejel, que fica na sede da Secretaria de Interiorização, na Rua Benjamin Constant, 146, Estação Velha. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3310-9443.