João Pessoa
Feed de Notícias

Jogador Hulk recebe comenda do governador Ricardo Coutinho

segunda-feira, 1 de julho de 2013 - 10:14 - Fotos:  Divulgação

O governador Ricardo Coutinho concede, nesta segunda-feira (1º), uma comenda ao jogador Hulk, da Seleção Brasileira de Futebol, campeão da Copa das Confederações. O paraibano chega às 11h, no Aeroporto Castro Pinto, de onde sai em desfile pelas ruas das cidades de Bayeux e João Pessoal até o Palácio da Redenção. Quarenta e dois alunos da escolinha do Hulk também irão homenagear o atacante.

Logo após a solenidade, o jogador segue para Campina Grande, cidade que nasceu, e também desfila em carro aberto pela Avenida Brasília até o Parque do Povo, onde vai ser recepcionado com festa.

No ano passado, Hulk foi homenageado pelos alunos da Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad) e visitou a Escola Estadual de Ensino Fundamental Antônio Vicente, onde estudou até o ano 2000, no bairro José Pinheiro, em Campina Grande.

Givanildo Vieira de Souza, mais conhecido por Hulk, começou a carreira na posição de lateral. Atualmente joga pelo Zenit, da Rússia.

Hulk deixou o Vitória com apenas 18 anos e fez carreira no Japão, no Kawasaki Frontale, Tokyo Verdy e Consadole Sapporo. Em 2008 foi transferido para o FC Porto, e, desde então, vem chamando a atenção de outros grandes clubes europeus, principalmente pela temporada 2010-11 que fez no clube português, tendo marcado 36 gols em todas as competições e se sagrado artilheiro do Campeonato Português.

Ao final, foi eleito o futebolista do ano no país. A transferência de Hulk para o Zenit St. Petersburgo foi considerada histórica por se tratar da segunda maior contratação da história envolvendo um jogador brasileiro. O atacante trocou o Porto pelo clube russo em uma transação que custou em torno de 60 milhões de euros, de acordo com a imprensa portuguesa. O topo desta lista é ocupada pelo jogador Kaká. Em 2009, o Real Madrid pagou 65 milhões de euros ao Milan pela contratação do meia.

Em 2009, foi convocado pela primeira vez, pelo então técnico Dunga, para disputar, com a Seleção Brasileira, os amistosos contra as seleções da Inglaterra e Omã. Voltou a ser convocado em 2010, pelo técnico Mano Menezes. Em 2011, disputou dois amistosos. Já em 2012, disputou uma partida contra a Dinamarca, onde marcou seus primeiros dois gols defendo o Brasil. Neste ano voltou a defender a Seleção Brasileira para disputar a Copa das Confederações.