João Pessoa
Feed de Notícias

João Pessoa sedia o 2º Encontro Nacional de Mulheres de Axé nesta sexta e sábado

quinta-feira, 16 de junho de 2011 - 16:01 - Fotos: 

Fotos: SEMDH

“Mulheres de Axé e os desafios para o Controle Social” é o tema do 2º Encontro Nacional de Mulheres do Axé, que será realizado no auditório da PBTur nesta sexta-feira (17) e sábado (18) em João Pessoa. No evento, que tem o apoio da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, são esperados cerca de 300 participantes.

O objetivo é o de buscar o fortalecimento das Mulheres de Axé, um grupo de trabalho da Rede Nacional de Religiões Afrobrasileiras voltado para as questões de gênero, memória e tradição. Serão debatidas questões sobre o controle social das políticas públicas de saúde, meio ambiente e educação.

Para a secretária de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Iraê Lucena, o Encontro é de fundamental importância para a secretaria e para o segmento. “Debater com as mulheres de terreiro soluções para políticas públicas voltadas ao segmento é uma das ações da secretaria. Uma das questões que serão debatidas durante o evento e que merece destaque é a intolerância religiosa. Esse  encontro é de fundamental importância também  no sentido de chamar a atenção quanto a elaboração das conferências municipais e principalmente  a estadual com a participação dessas mulheres”, ressalta.

Segundo a coordenadora da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileira e Saúde, Mãe Lúcia de Oxum Omidewa, um dos objetivos desta segunda edição do encontro é construir estratégias de participação das Mulheres de Axé no controle social da política nacional de saúde integral da população de terreiro e Plano de Enfrentamento a Feminização da Aids.

“Evento como esse é de fundamental importância para o nosso Estado. Até porque, faltam políticas públicas para o nosso segmento e é preciso que sejam realizados, também, mais seminários voltados ao nosso segmento, buscando ajudar na convivência política entre sacerdotes da nossa religião”, destaca Lúcia de Oxum.

Durante o encontro nacional serão discutidos assuntos como anemia falsiforme, intolerância religiosa, novo Código do Meio Ambiente, segurança pública e direitos humanos.

Fotos: SEMDH

O 2ª Encontro Nacional de Mulheres de Axé é promovido pela Rede Nacional de Religiões Agro-Brasileira e Saúde – GT Mulheres de Axé, em parceria com a Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana. O evento é destinado às mulheres de terreiro (mães de santo e outras integrantes de religiões afrobrasileiras), gestores da Saúde e da promoção de igualdade racial.

Programação:

 

Sexta-feira – 17/06

8h – Ritualística

8h30- Mesa de Abertura

9h30 – Representações do poder feminino na visão de mundo das religiões de matrizes africanas. Facilitadora: Helena Theodoro

11h – Mulheres e Racismo: revisitando as desigualdades de gênero e raça na saúde. Facilitadora: Jurema Wernerk/ Articulação Nacional de Mulheres Negras.

12h30 – Almoço

14h- Plano Nacional de Políticas para Mulheres, o que as mulheres de terreiro tem a ver com isso? Facilitadora: Lucia Xavier – Ong Criola/ AMNB

15h30- O processo de feminização da epidemia de HIV/Aids no Brasil. Facilitadora: Karen Bruck/Departamento de DST/Aides e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

16h30- Mulheres de terreiro no Enfrentamento da Epidemia de HIV/Aids: o que estamos fazendo para mudar nossa realidade? Facilitadora: Mãe Cristina de Oxum/ Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileira e Saúde.

Noite Cultural

Apresentação do Maracatu de Nação Pé de Elefante

Grupo Imbualama

Grupo Raízes

Sábado – 18/06

8h – Ritualística

8h30 – Meio Ambiente, Saúde e Qualidade de Vida. Palestrante: Mãe Lúcia de Oxum (Omidewa) e Ligia Tavares/SEMAN)

9h40 – A importância da comunicação nas ações em saúde pelas e para as mulheres. Facilitadora: Angélica Basthi (Jornalista)

11h30 – A participação das mulheres de terreiros na XIV Conferência Nacional de Saúde e na Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres. Facilitadora: Ekédi Vera Baroni

12h30 – Almoço

14h – Mulheres de Axé e as ações do Ano Internacional dos Afrodescendentes. Facilitadora: Mãe Nilce de Iansã.

15h – Por uma agenda de ações a nível nacional e local para as mulheres de axé. Facilitadora: Mãe Ofá e Mãe Jane de Oyá.

17h – Encerramento