Fale Conosco

8 de novembro de 2012

João Pessoa registra custo de vida mais alto desde dezembro de 2010



Estudos do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) identificaram um acréscimo de 1,42% no custo de vida na cidade de João Pessoa no mês de outubro. O percentual se apresenta como o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) mais alto desde dezembro de 2010, quando atingiu 1,82%.

De acordo com os economistas do Ideme, o grupo Alimentação foi o grande vilão do IPC, chegando a subir em média 5,12% no mês. Essa variação foi impulsionada, principalmente, pelos itens: frutas (13,14%), cereais (5,47%) e tubérculos (2,13%), cujas variações acumuladas no ano já chegam a 17,49%, 39,51% e 40,08%, respectivamente.

Entre as frutas que mais contribuíram com o aumento em outubro estão o limão (35,72%) e a banana (11,12%). Já no item tubérculos, os maiores aumentos foram verificados na macaxeira (24,20%) e inhame (7,61%), enquanto que nos cereais, sofreu influência do feijão verde (24,44%), arroz parboilizado (13,55%) e o arroz agulha (10,50%).

Em contrapartida, dos grupos que compõem o IPC, apenas o de Artigos de Residência sofreu uma pequena queda de 0,23%, influenciado sobretudo pelo item eletrodomésticos e equipamentos, que decresceu 4,62%, embora tenham sido registrados aumentos de preços nos itens: TV e som (7,64%), utensílios e enfeites (3,56%) e cama, mesa e banho (1,50%).

Para acompanhar, na íntegra, o custo de vida mensal na cidade de João Pessoa, e outros estudos técnicos do Ideme sobre a Paraíba e seus 223 municípios, basta acessar o endereço eletrônico www.ideme.pb.gov.br.