Fale Conosco

20 de maio de 2016

João Pessoa é a cidade paraibana onde mais choveu este ano, diz Aesa 



A capital paraibana é a cidade onde mais choveu este ano. Segundo o setor de Monitoramento e Hidrometria da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), até essa quinta-feira (19) foram registrados 923 milímetros de chuva. Na sequência, os outros quatro maiores índices pluviométricos foram registrados em Nazarezinho (913,1 mm), Cajazeiras (903,8 mm), Cabedelo (888,6 mm) e Cachoeira dos Índios (877,9 mm).

Já no acumulado do mês, o ranking das chuvas é liderado pelo município de Jacaraú (235,2 mm), seguido por Alhandra (222 mm), Bayeux (209,8 mm), Cabedelo (203,7 mm) e João Pessoa (203,1 mm). “Nossas estações meteorológicas registraram uma boa incidência de chuvas no Litoral. Com isto temos dois açudes sangrando nesta região.”, destacou o presidente da Aesa, João Fernandes da Silva, referindo-se ao reservatório de Gramame, que fica na cidade do Conde; e o Jangada, localizado em Mamanguape. O primeiro comporta 56 milhões de metros cúbicos e o outro 470 mil.

Também estão com capacidade máxima os açudes de Araçagi (63 milhões de metros cúbicos), na cidade mesmo nome, e o Saulo Maia (9 milhões de metros cúbicos), em Areia. A Aesa monitora ainda outros 121 reservatórios, sendo que 40 estão com capacidade armazenada superior a 20% do volume total, 32 têm menos de 20% e 49 estão em situação crítica, com menos de 5%. “A situação dos nossos reservatórios ainda é preocupante em parte do Agreste, Cariri e Sertão. Estamos fazendo um gerenciamento cauteloso do uso destas águas a fim de garantir que não falte para o abastecimento da população”, acrescentou João Vicente.

A lista com relação completa e o nível dos açudes está disponível no site www.aesa.pb.gov.br. Na página também estão disponíveis orientações pra retirada de outorgas, atas de trabalho dos comitês de bacias, além da previsão diária do tempo para toda a Paraíba.