João Pessoa
Feed de Notícias

Itabaiana realiza atividades alusivas ao Outubro Rosa

terça-feira, 29 de outubro de 2013 - 14:14 - Fotos: 

A prevenção contra o câncer de mama, pautado pelo movimento Outubro Rosa, foi o foco das atividades realizadas na sexta-feira (25) no município de Itabaiana, sede da 12ª Gerência Regional de Educação. Pessoas vestiram rosa e estabelecimentos comerciais exibiram os símbolos do movimento em apoio à causa. A programação contou com caminhada, palestras, testes rápidos, vacinas, banco de sangue e ensaio fotográfico com mulheres que venceram a luta contra a doença. As atividades foram realizadas em parceria entre as secretarias estaduais da Educação, Saúde e Cultura, além de outros órgãos do governo estadual, e a prefeitura municipal de Itabaiana.

A caminhada teve início na praça do coreto e seguiu para a sede da 12ª GRE ao som de uma banda marcial. Em seguida, a população teve acesso aos serviços de saúde, a exemplo de teste de glicemia, HIV, hepatite e sífilis, e a palestras e vídeos educativos. Além disso, o dia foi animado por um trio de forró pé de serra. O secretário da Casa Civil, Walter Aguiar, é itabaianense e representou o Governo do Estado no evento.

A prevenção do câncer de mama se dá de uma forma extremamente simples e o País tem conseguido diminuir os índices com relação à doença. Então, é fundamental e depende muito mais de informação do que medicação cara. Cabe ao Estado, à Prefeitura, aos órgãos públicos trazerem essa informação para a população feminina e também a masculina. É importante que a parceria seja efetivada nesse processo de luta contra esse mal que tanto afeta as mulheres, assim como o câncer de próstata atinge o homem”, afirmou Walter Aguiar.

O prefeito de Itabaiana, Antônio Carlos, disse que é importante estimular o conhecimento em relação ao câncer de mama. “O conhecimento beneficia as pessoas e só assim elas podem se reeducar e prevenir. O Outubro Rosa estimula as mulheres à prevenção em prol de uma vida melhor e mais saudável”, disse. A gerente da 12ª GRE, Maria Auxiliadora Lacerda, destacou que o maior objetivo do evento é promover a informação. “Por sermos da educação, nos sentimos também na obrigação de informar essa conscientização da mulher, para ela se cuidar, se prevenir. Nossa comunidade ainda é muito desinformada, então, nós tomamos essa oportunidade para fazer isso, não deixar passar esse Outubro Rosa sem essa ação mais completa”.

Durante este mês, as 37 escolas que integram a 12ª GRE receberam palestras sobre o tema, com foco nos estudantes do Ensino Médio, professores e equipe de apoio das unidades de ensino. “Pelo menos 80% dos estudantes e professores foram beneficiados com as atividades que realizamos. É importante despertar na mulher a preocupação do se cuidar. Fizemos isso para chamar a atenção delas. Setores do governo estadual e do município estão aqui participando do projeto e a ideia é justamente essa: trazer o município para abraçar essa causa. É o primeiro evento deste tipo em Itabaiana. Muita gente participou, superou as nossas expectativas e foi muito bom”, salientou a gestora.

Aprovação – A promotora de vendas Ana Paula Oliveira dos Santos, de 35 anos, descobriu que estava com câncer de mama há um ano. “Achei um nódulo na mama pelo autoexame e daí eu fui fazer a ultrassonografia. É muito importante o autoexame, todas as mulheres devem fazer em casa. Depois veio o resultado da biópsia que ninguém quer. Então, fiz mastectomia, depois de 25 dias, e o tratamento de quimioterapia, com 16 sessões. Estou aqui, graças a Deus. Já faz três meses que terminei a quimioterapia. Me considero uma vencedora porque tem mulheres que às vezes não aguentam as quimios, mas conheço muitos casos de mulheres vencedoras há mais de 15 anos. Então, temos que nos espelhar nelas. E estou aqui hoje dando força às outras companheiras, que elas tenham fé e não desistam”, contou.

Parabenizo os órgãos municipais e estaduais pela iniciativa deste evento e por esse apoio porque é muito importante para nós mulheres que passaram, estão passando ou que nunca passaram. Existem pessoas que são preconceituosas, que nos olham diferente, mas todos somos iguais, independente da luta ou não e isso pode acometer qualquer pessoa, independente de idade”, salientou Ana Paula.

A professora Vilma Lúcia Oliveira aproveitou a oportunidade para fazer o teste de glicemia. “É muito importante prevenir e a mobilização de hoje foi boa porque mostrou a união dos governos em prol de um bem maior”, afirmou. A doméstica Ana Paula da Silva disse que nunca fez o autoexame ou a mamografia. “Mas a partir de hoje vou me preocupar porque vi que é importante se cuidar”, disse.