João Pessoa
Feed de Notícias

Investimento do Governo na região de Soledade chega a R$ 100 mihões

segunda-feira, 14 de maio de 2012 - 07:55 - Fotos:  Alberi Pontes/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho presidiu mais uma plenária do Orçamento Democrático na cidade de Soledade, na tarde do sábado. O volume de recursos aplicados em obras e serviços na região é da ordem de R$ 100,8 milhões. Em 2011 na plenária realizada em Campina Grande, a população priorizou saúde, abastecimento d’agua e educação, dentre as demandas.

Na sua fala a centenas de participantes da plenária realizada em Soledade, no ginásio da Escola Dr. Targino Nóbrega, em Soledade, o governador reafirmou a importância dos encontros gestão-população promovidos pelo Ciclo do Orçamento Democrático. “Nesse processo a gente muda mentalidades, estabelece controle social sobre o dinheiro público, fortalece a democracia e faz com que o Estado avance”, disse.

Participaram a plenária 716 pessoas das cidades de Livramento, Taperoá, Assunção, Juazeirinho, Tenório, Olivedos, Boa Vista e Soledade. Pela ordem, as principais demandas foram abastecimento d’agua, com 295 votos, saúde (235) e educação (177).

Saúde – Nessa área, os destaques da região são a conclusão do Hospital Distrital de Taperoá (com investimentos de R$ 4,9 milhões), o sistema adutor Assunção-Patos (R$ 3,5 milhões) obra em andamento, e os R$ 8 milhões a serem investidos no sistema de esgotamento sanitário de Taperoá.

Para o município de Livramento estão previstos R$ 6,2 milhões para o sistema de esgotamento sanitário. Por meio do programa Água Doce, 20 cidades da região vão ser contempladas com recursos da ordem de R$ 14,5 milhões para dessalinizar a água em 93 comunidades. O governador também lembrou os R$ 26,5 milhões aplicados na construção do sistema adutor Congo II, já concluído e que garante água para Livramento e mais seis cidades.

Educação e segurança – No campo da educação, a cidade de Tenório ganhou uma escola publica no valor de R$ 751 mil já concluída. O programa de Educação de Jovens e Adultos beneficia 1.528 alunos em 18 escolas da região.

A segurança publica foi melhorada com viatura, duas motos (outras seis serão entregues), além de armamento, coletes e uniformes. Por meio do Detran 1.585 motos foram anistiadas de antigas multas.

Estradas e habitação – Com a pavimentação de rodovias a região tem investimentos de R$ 29,9 milhões em 112,5 quilômetros, estando em andamento a restauração da PB-238/PB-228 entroncamento com a BR-230 entre Assunção e Taperoã. Com extensão de 28 quilômetros, a obra recebe investimento de R$ 7,3 milhões.

Outros R$ 4 milhões estão sendo aplicados na pavimentação da PB-226 entroncamento PB-238-Livramento. Nas obras de restauração da PB-177, que liga Soledade a Pedra Lavrada e Nova Palmeira, os investimentos são de R$ 18,6 milhões, para um trecho de 54,5 quilômetros. O trecho Nova Palmeira-Picuí, de 20 quilômetros, já foi inaugurado pelo governador.

Na área da habitação, serão construídas 160 casas em Assunção, Juazeirinho, Olivedos e Soledade. Na região, os programas Cooperar e o Empreender Paraíba liberam créditos e constroem cisternas.

Pesquisas, alimentação e Pacto – A Estação Experimental Pendência, da Emepa, localizada em Soledade, é referencia no país em padrão genético de caprinos e ovinos e vai ser reformada com investimentos de R$ 496 mil. Em Livramento, R$ 839,9 mil vão ser investidos na complementação de uma unidade de beneficiamento de leite e na ampliação da minifábrica de confecções de Livramento.

Sobre o Pacto pelo Desenvolvimento Social da Paraíba, o governador Ricardo Coutinho revelou que o programa investe mais de R$ 1,1 milhão em saúde e educação para Assunção, Boa Vista, Olivedos, Juazeirinho, Taperoá, Tenório, Livramento e Soledade.

No campo da segurança alimentar 2.775 famílias são beneficiadas na região com R$ 1,4 milhão. No programa Água para Todos, mais de R$ 1 milhão serão aplicados na construção de 541 cisternas.

3ª região - Soledade está entre os 39 municípios que integram a 3ª região geoadministrativa, que tem Campina Grande como sede. Segundo a subsecretária do Orçamento Democrático Estadual (ODE), Ana Paula Almeida, em face da extensa dimensão da região, ela foi subdividida em três grupos realizando, consequentemente, três audiências em localidades distintas.

Por isso esta foi a primeira vez que Soledade recebeu uma plenária do programa. O encontro aconteceu na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Dr. Trajano Nóbrega. “Estamos ampliando nossas plenárias na 3ª região, uma vez que no último encontro, tivemos um espaço muito lotado em Campina Grande. Então, decidimos interiorizar esse espaço, aproximando-o mais da população”, explicou. No encontro desse sábado, oito cidades foram representadas: Assunção, Boa Vista, Juazeirinho, Livramento, Olivedos, Taperoá, Tenório e Soledade.

Os dois outros encontros da 3ª região já estão agendados ocorrerão em Campina Grande – na tarde do dia 26 deste mês, na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Dr. Elpídio de Almeida, agregando 17 cidades – e em Esperança, no dia 2 de junho, no Ginásio Poliesportivo O Vovozão, com participação de 14 municípios.
Na próxima sexta-feira (18), às 19h, a plenária do ODE chega à 9ª região administrativa, em Cajazeiras. No sábado (19), às 9h, a audiência acontece em Sousa, sede da 10ª região.

Demandas – A plenária em Soledade registrou 716 pessoas inscritas, que apontaram como as três principais prioridades para a região demandas de abastecimento de água (295 votos), saúde (235) e educação (177). Em seguida, ficaram as solicitações no setor de estradas e rodagens (137) e segurança pública (118).

Entre os participantes que apresentaram demandas estava Klebiano Brito, de Soledade. Ele destacou que o sistema adutor do Cariri está saturado. “Precisamos que façam um estudo técnico, visando o abastecimento do homem do campo. Hoje, dentro do abastecimento emergencial, um carro-pipa precisa ir a Campina Grande para ser abastecido, triplicando o custo. Em Soledade, precisamos demais de reforço no abastecimento”, disse.

Já Helon, de Olivedos, revelou que, em sua cidade, a reclamação unânime da população é pelo asfaltamento da estrada que liga o município à BR-230. “É o sonho de todos nós. Toda a região sabe do clamor do nosso município por essa pavimentação. Além disso, também somos a favor da instalação de um campus universitário em Soledade, para aproximar o ensino superior das demais cidades da região”.

Rejane, de Livramento, solicitou a reforma da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio João Lelis, localizada no município. “A unidade precisa de reparos urgentes, já que foi erguida há 58 anos. Também pedimos uma quadra poliesportiva para a Escola João Lelis, pois o esporte é capaz de tirar jovens das ruas e, em especial, das drogas”.