Fale Conosco

15 de abril de 2013

Interpa participa de encontro internacional de governança fundiária em Brasília



Representantes do Governo do Estado, por meio do Instituto de Terras e Planejamento Agrícola da Paraíba (Interpa) participam, durante três dias, em Brasília, da I Oficina Internacional de Governança Fundiária, organizada pelo Governo Federal. O encontro começou nesta segunda-feira (15) e conta com a presença de técnicos, gestores e estudiosos do desenvolvimento rural em vários países, a exemplo do Brasil, Argentina, México, França e Uruguai.

Neste primeiro dia de evento, os participantes debateram temas como: desenvolvimento rural e ordenamento fundiário; posse da terra; diretrizes dos recursos florestais e pesca; e experiências internacionais sobre áreas de ordenamento, regularização e crédito fundiário. “Este é o momento de aprimorar nosso conhecimento e trocar experiências com outros gestores”, disse o presidente do Interpa, Nivaldo Magalhães, que participa da Oficina.

O presidente explica que, depois de eventos como este, a gestão dos programas sociais, criados para facilitar o acesso à terra e combater a pobreza rural, fica mais equilibrada, com padrão e similaridade. “Somos orientados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e pelo Governo Estadual a não fazer distinção entre os agricultores, procuramos entender a situação vivida por cada família e, de forma igualitária, tentamos amenizar as dificuldades no campo”, ressaltou.

Nesta terça-feira (16), a programação da Oficina Internacional de Governança Fundiária inclui a discussão sobre ações de cadastro técnico, georreferenciamento (medição via satélite) de imóveis rurais, regularização de posse da terra, instrumentos de apoio às políticas fundiárias, experiência uruguaia nos processos rurais e a relação dos jovens no México e na França com o acesso à terra.

O encontro termina na quarta-feira (17) com uma reflexão sobre as políticas públicas fundiárias no Brasil e no mundo; elementos para a construção de uma agenda de ações ligadas ao ordenamento fundiário; e organizações da agricultura familiar.

Também participam da oficina o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas; o presidente do Incra, Carlos Guedes; o secretário de Reordenamento Agrário, Adhemar Lopes de Almeida; o coordenador-geral de Reordenamento Agrário, Francisco Urbano de Araújo; o presidente do Instituto Nacional de Colonização do Uruguai, Andrés Berterreche; a embaixadora do México no Brasil, Beatriz Paredes; a representante da embaixada da França no Brasil, Mylene Testut; entre outros.