Fale Conosco

23 de março de 2016

Inscrições on-line para Seminário sobre o Centro Histórico de João Pessoa terminam nesta quinta-feira



Quais os problemas e as soluções para o Centro Histórico de João Pessoa? E como envolver os poderes – federal, estadual e municipal – com a realidade dos que moram ou investem na região aonde nasceu a capital paraibana? A partir destas premissas, será realizado em João Pessoa, nos próximos dias 1 e 2 de abril, o seminário Plano Estratégico de Governo para o Centro Histórico de João Pessoa: Pensando Coletivamente. Para participar do evento, é preciso fazer a inscrição on-line até esta quinta-feira (24), preenchendo a ficha no seguinte endereço eletrônico: https://www.facebook.com/events/1720817528163585. As vagas serão limitadas em 100 participantes, entre representantes do poder público, comerciantes, moradores e agentes preservacionistas e culturais que atuam no Varadouro.

A iniciativa do seminário é do Governo do Estado, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), juntamente com o Grupo de Trabalho Centro Histórico de João Pessoa. O GT reúne o Conselho Municipal de Política Cultural de João Pessoa – Fóruns de Patrimônio Histórico e Cultural, Produtores Culturais e Cultura Popular-,Conselho Estadual de Política Cultural da Paraíba,Varadouro Cultural e oInstituto de Arquitetos do Brasil. O objetivo central é construir uma diagnose para identificar problemas e intermediar, junto com as instâncias Estaduais e Municipais, soluções e caminhos para ações imediatas no Centro Histórico de João Pessoa.

O seminário Plano Estratégico de Governo para o Centro Histórico de João Pessoa: Pensando Coletivamente começa às 19h do dia 1 de abril, com a composição da mesa oficial,  seguida da exibição de documentário com 44 minutos de duração, “Um Varadouro Cultural” que apresenta as mais recentes histórias da ocupação da área – em especial, pelos grupos culturais e agentes memorialísticos. Com uma linguagem ágil e uma dinâmica inovadora, o vídeo é um mergulho na vivência das várias tribos e grupos, além das pessoas da comunidade, que moram, usufruem e mantêm viva a resistência do Porto do Capim e do Varadouro.

Já no sábado, dia 2, a proposta é aproveitar todos os espaços para o debate dos problemas do Centro Histórico de João Pessoa. O credenciamento dos participantes começa às 8h. Em seguida, às 9h, acontece a mesa redonda “Caminhos & Possibilidades para Requalificação dos Centros Históricos”, com mediação de Cassandra Figueiredo e tendo como convidados o engenheiro João Azevedo e o arquiteto e urbanista Pedro Rossi.

Ainda na parte da manhã, a partir das 11h, a diretora executiva do Iphaep e a historiadora Márcia Albuquerque, coordenadora do Iphaep, vão apresentar as Frentes de Trabalho, que estarão divididas em oito perspectivas: Arte/Cultura; Comércio; Habitação; Educação; Desenvolvimento Humano (Assistência Social); Segurança; Saúde e Turismo.

Os mediadores das Frentes de Trabalho serão responsáveis por mediar a apresentação individual dos participantes do grupo e sua relação com a Frente, os problemas e questões apontadas e os caminhos possíveis. Na segunda parte, está previsto que cada mediador de GT faça a leitura de todas as problemáticas apontadas e, em seguida, elenque quais as soluções defendidas.

“Ao final do seminário, a ideia é que se possa construir um documento geral, que seja fruto da participação de todos e que aponte soluções para o enfrentamento dos problemas diversos por que passa o Centro Histórico. Teremos, portanto, um Plano Estratégico de Governo, construído coletivamente, que insere as diversas políticas públicas de governo, as entidades e sociedade em geral, para assumirmos papéis de corresponsabilidades na questão da preservação do nosso patrimônio histórico”, explica Cassandra Figueirêdo. Ela ainda ressalta que serão construídos e implantados posteriormente, um diagnóstico e planos específicos em cada município que possua Centro Histórico protegido elo Iphaep.

Como surgiu - O seminário está integrado à proposta do Grupo de Trabalho Centro Histórico de João Pessoa, intermediado pelo Iphaep. O GT surgiu no ano passado e vem se reunindo, sempre nas últimas quintas-feiras de cada mês, para discutir as questões/problemáticas dos espaços históricos da Paraíba: em particular, da capital do Estado.