Fale Conosco

2 de setembro de 2009

Indústria têxtil de Lagoa Seca eleva produção e exporta para três estados



A Fipanor – Indústria de Componentes Têxteis Ltda., localizada a 130 quilômetros de João Pessoa e 12 quilômetros de Campina Grande (PB), no município de Lagoa Seca, com matriz no Rio Grande do Sul, funciona desde 2008 na Paraíba e se prepara para aumentar a produção de 500 mil metros de fitas e cadarços para mais de 1,5 milhão/mês, destinados à venda local e para os estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.

Em recente visita à Fipanor, o secretário Edivaldo da Nóbrega, da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (STDE), foi recebido pela gerente Daniele Tavares, que disse ser a empresa de propriedade de Gilson Tonet, com origens e matriz em Caxias do Sul (RS).

“Atualmente, temos 15 empregados e produzimos 500 mil metros de fitas e cadarços. Estamos elaborando um plano de modernização e expansão para trabalhar com 70 empregados e aumentar a produção para mais de 1,5 milhões de metros”, disse Daniele.

Apoio – “Nós fomos convidados e visitamos a Fipanor para levar o apoio do Governo Maranhão, além de agradecer ao grupo por ter escolhido a Paraíba para instalar uma filial de uma empresa tão estratégica, já que fornece complementos para um setor muito forte na Paraíba que é o de calçados”, disse Edivaldo Nóbrega.

Consta no site do grupo na Internet que tudo começou com a fundação, em abril de 1974, na cidade de Caxias do Sul, da empresa denominada Fipan Indústria e Comércio de Vestuário Ltda., iniciando as atividades com a confecção de roupas em couro e peças da indumentária típica gaúcha.

“Desde o princípio, com base na modernização, iniciativa, senso de organização, trabalho em equipe e abertura às mudanças, a Fipan Têxtil Ltda. tende a ser uma empresa líder no seu segmento. Buscando sempre novas tecnologias e métodos para a diversificação e o aperfeiçoamento da qualidade de seus produtos, visando atingir a satisfação total”, revela o material de divulgação. O empreendimento atua nas seguintes áreas: calçadista, vestuário, moveleira, ortopédica, produtos para atacados e distribuidores de armarinhos.

Edson Verber, da Assessoria de Imprensa da STDE