João Pessoa
Feed de Notícias

Inaugurado Espaço Cine Digital, com a presença da atriz Zezé Motta

quarta-feira, 7 de abril de 2010 - 09:50 - Fotos: 

A atriz e cantora Zezé Motta participou na noite dessa terça-feira (6), da inauguração do Espaço Cine Digital, em João Pessoa. O equipamento funciona no Espaço Cultural José Lins do Rego e terá a finalidade de veicular filmes e documentários nacionais e internacionais. Além da artista, a solenidade teve a presença de cineastas, intelectuais e representantes do Governo do Estado.

Criado para ser um aliado na divulgação do cinema paraibano, o Espaço Cine Digital é uma sala de projeção com capacidade para acomodar 90 pessoas sentadas. Três desses lugares são destinados a portadores de deficiências físicas. O local dispõe de moderna aparelhagem de áudio e vídeo, poltronas e ambiente climatizado. O lugar é resultado de três meses de trabalho e um investimento de R$ 50 mil.

De acordo com o presidente da Fundação Espaço Cultural (Funesc) Maurício Burity, o objetivo com a inauguração do novo equipamento é firmar parcerias com associações e entidades ligadas ao cinema. “Aos finais de semana iremos exibir filmes de arte e, no decorrer da semana, vamos criar várias parcerias, junto com a Associação Brasilira de Cinema, Aliança Francesa, e abrir edital para as pessoas da área áudio visual”, afirmou. 
 
Na inauguração, foram exibidos dois filmes curta-metragem: “Senhor de Engenho”, do cineasta Bertrand Lira; e “Éliaoff”, da autora Mariah Benaglia. Bastante emocionada, a cineasta, atriz e estudante do Curso de Comunicação da Universidade Federal da Paraíba, Mariah declarou que a maior dificuldade que os produtores de cinema encontram é a falta de oportunidade para veicular os filmes.

“Todos os novos espaços que são abertos para o cinema são importantes para novos e antigos realizadores.”, observou.

O subsecretário estadual de Cultura, David Fernandes, representou o Governo do Estado durante a solenidade. Ele disse que é compromisso do governo investir não apenas em ações sociais, mas também em cultura. “Os produtores têm dificuldades na hora de produzir e veicular os trabalhos. Na hora que a Funesc cria esse espaço, nasce uma nova oporunidade. Isso significa que a cultura está avançando em nosso Estado”, declarou.

Festivais e mostras

Durante o funcionamento do Espaço Cine Digital serão feitas mostras e festivais de cinema. De acordo com Ana Isaura Nogueira, diretora de Cinemas do Espaço Cultural, entre os dias 11 e 18 deste mês, será promovido uma mostra com filmes do cineasta francês, Jean Rouch. Logo em seguida, a Academia Paraibana de Cinema irá realizar um festival de cinema que irá, inclusive, premiar as produções locais.

Para o presidente da Academia Paraibana de Cinema, Wills Leal, a criação do Espaço Cine Digital chegou na hora certa. “O cinema está transitando da película para a  forma digital. Cerca de 90% da produção paraibana é digital. Isso está ocorrendo no mundo todo. No momento em que inauguramos um espaço para a projeção digital, estamos sintonizados com as mudanças reais. O espaço coincide com o que se passa no mundo. É uma obra importante e significativa”, observou.

O Espaço Cine Digital é o segundo cinema instalado no Espaço Cultural.  primeiro, o Cine Bangüê, vai continuar funcionando e terá a missão de divulgar filmes comerciais a preços populares.

Impressionada com a estrutura, a atriz Zezé Motta elogiou a decisão do governo em criar o espaço e disse que a novo cinema será um “celeiro de novos talentos”. “O cinema precisa de sangue novo e o curta-metragem tem o poder de revelar. Considero essa iniciativa do governo bastante louvável e muito positiva. O governo da Paraíba está de parabéns”, afirmou.

Novos cinemas na PB

Durante a solenidade de inauguração, o subsecretário de Cultura da Paraíba, David Fernandes, anunciou que o Governo da Paraíba vai criar 40 novas salas de cinema em municípios paraibanos.

A iniciativa terá parceria com as prefeituras locais. A Subsecretaria de Cultura irá fornecer os equipamentos de áudio e vídeo e cerca de 200 filmes para serem exibidos durante o ano. Em contrapartida, o governo municipal terá que ceder um espaço físico para a instalação do cinema.

As cidades serão escolhidas através de concorrência pública. As prefeituras interessadas em receber o apoio do governo devem criar um projeto e se inscrever no edital que será aberto até o início de maio pelo Governo do Estado. 

“Até o inicio de maio, iremos abrir um edital para receber e selecionar as melhores propostas das prefeituras. Essa iniciativa é mais uma forma de incentivar e divulgar o cinema paraibano”, observou David.

Além da criação dos 40 novos cinemas, o Governo da Paraíba irá reformar 25 bibliotecas públicas em todo o Estado. A previsão é que os dois trabalhos consumam recursos de R$ 1,5 milhão.

Nathielle Ferreira, com fotos de Evandro Pereira, da Secom