João Pessoa
Feed de Notícias

Imprensa nacional destaca atuação do Prima em favor da inclusão social

quarta-feira, 1 de julho de 2015 - 16:49 - Fotos: 

Com o título “Projeto na Paraíba usa música e arte em prol da inclusão social”, o site Catraca Livre publicou matéria em que destaca o trabalho do Programa de Inclusão Social através da Música e das Artes (Prima), projeto do Governo do Estado iniciado em 2012. O texto é assinado por Heitor e Silvia Reali, que ressaltam a ação inovadora do governador Ricardo Coutinho “na esperança de ajudar a sociedade a diminuir nossa minoridade educacional”. As  fotos são de Alessandro Potter.

O secretário de Cultura da Paraíba, Lau Siqueira, comemorou a repercussão nacional do Prima e comentou: “Por meio da fusão da educação e da cultura, o Governo do Estado respondeu à necessidade de consolidação de uma política social. E o programa evoluiu mais ainda do ponto de vista artístico, chegando a se destacar nacionalmente. É importante essa projeção para todo País de uma política pública voltada à juventude e implantada na Paraíba, justamente porque estamos em um momento em que o Brasil discute assuntos como a redução da maioridade penal”.

 “Os dias andam turbulentos na sociedade brasileira que, dentre muitos desafios, debate a lei para reduzir a idade penal. Seja qual for o resultado, porém, ele será frustrante, e só confirmará nossa inoperância na educação infantil. Mas há quem não se contente em esperar pelos resultados de uma ainda distante Pátria Educadora, gente que não fica presa às convenções e inova na esperança de ajudar a sociedade a diminuir nossa minoridade educacional. É o caso do governador reeleito da Paraíba, Ricardo Coutinho.”

O texto comenta que a diferença do Prima para outros projetos similares é que este implementa orquestra juvenis e infantis em escolas públicas de altíssimo risco social, exigidno apenas que os alunos tenham frequência escola e boas notas. E enfatiza: “O projeto é uma alavanca de mudança, um inovador programa de ensino orquestral em escolas públicas da Paraíba, desde João Pessoa até Catolé do Rocha, no cafundó sertão”.

A matéria do Catraca Livre ainda observa que o mais importante no Prima é que o programa não busca apenas resultados musicais. “Seu principal foco é ser uma verdadeira escola da vida. O jovem aprende a impoortância da disciplina, desenvolve o carácter, incentivando-se nele o respeito ao próximo, o trabalho em equipe, e a responsabilidade. A música lhe dá a oportunidade de se expressar, e ele se sente valorizado quando percebe que está construindo algo importante”.

O site também divulga alguns resultados positivos do projeto, afirmando que o mais importante deles é que “100% dos alunos que frequentam as oficinas musicais passaram de ano por média em suas respectivas escolas, com mais assiduidade e menos problemas familiares”.

O Prima surgiu ainda no primeiro mandato do governador Ricardo Coutinho, quando estava à frente da Secretaria de Estado da Cultura o músico Chico César, reconhecido inclusive internacionalmente. O Projeto de Inclusão Social através da Música e das Artes, que tem à frente o maestro Alex Klein, foi implantado em 2012 e atualmente reúne 12 polos e atende mais de 1.500 alunos em várias cidades paraibanas, a exemplo de Sousa, Cajazeiras, Catolé do Rocha, Campina Grande, João Pessoa, Cabedelo e Bayeux. Grande parte dos alunos é oriunda de escolas públicas.

O Programa pode ser considerado um “sistema” paraibano de orquestras jovens, que também inclui corais e bandas. Utiliza a música como ferramenta para a inclusão social e disponibilização de oportunidades para crianças e adolescentes do estado, especialmente aqueles que vem de regiões carentes. O Prima é administrado pela Orquestra Sinfônica da Paraíba.

A matéria do Catraca Livre pode ser acessada pelo link: https://queminova.catracalivre.com.br/educacao/projeto-na-paraiba-usa-musica-e-arte-em-prol-da-inclusao-social.