Fale Conosco

15 de agosto de 2011

Igreja, MP e TCE participam da apresentação do Pacto pelo Desenvolvimento Social



O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, afirmou que o Pacto pelo Desenvolvimento Social da Paraíba, apresentado nesta segunda-feira (15) pelo governador Ricardo Coutinho, é algo que há muito tempo a Igreja esperava.  “É importante haver uma redistribuição, um compromisso coletivo, articulado, em que as políticas públicas sejam regionalizadas e localizadas, em uma interface, com todos participando do desenvolvimento integral e integrado”, comenta Dom Aldo.

O arcebispo ressaltou que os gestores terão o ônus de um compromisso de saldar aquilo que se programe, especialmente nas áreas da Educação e da Saúde. “O Pacto é uma alavancada de esperança concreta que se vai realizar na medida em que haja essa reeducação política”, afirmou.

Já o procurador Geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro Filho, que também participou do lançamento do Pacto a convite do governador, avaliou que o programa “é um ato de muita felicidade, porque o que se dá é a questão do desenvolvimento e esse desenvolvimento vem com planejamento”. O procurador disse que atuar de forma transparente e integrada facilita o trabalho do Ministério Público na questão da fiscalização. “Estamos esperançosos que dê certo”, disse.

O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Fernando Catão, destacou a importância do programa. “O Pacto é um projeto que o TCE e o Ministério Público vão, inclusive, inovar no acompanhamento dele, ou seja, que a fiscalização não ocorrerá apenas no final mas já no decorrer da execução dos projetos”.