Fale Conosco

1 de julho de 2009

Ideme registra queda no preço da cesta básica em junho



O preço da cesta básica registrou uma queda de 0,18% em junho, em João Pessoa. No mês, o consumidor precisou desembolsar R$ 175,67 para comprar os alimentos que compõem a alimentação mensal de um trabalhador. Em maio, a cesta era vendida por R$ 175,98. Apesar da leve redução no valor dos alimentos, a margarina subiu 11,36% nos supermercados da Capital paraibana. O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira (1º), pelo Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme).

A queda de 0,18% no preço da cesta básica de junho reflete a redução no custo dos alimentos registrada neste ano. No acumulado de 2009, os técnicos do Ideme constataram que o valor da cesta caiu 1,55%. Nos últimos 12 meses, houve diminuição de 2,81%. “O preço da cesta básica permaneceu estável em função da queda nos preços dos principais produtos decorrentes do fim da entressafra e diminuição das chuvas. Por conseguinte, aumentando a oferta”, explicou o coordenador do Departamento de Informações para o Planejamento do Ideme, Geraldo Lopes.

Contudo, cinco produtos tiveram alta. O preço da margarina disparou em junho ao ficar 11,38% mais caro. Nesse mês, 750 gramas do item saíram por R$ 4,41. Em maio, a mesma quantidade do produto era vendida, em média, a R$ 3,96 nos supermercados.

Técnicos do Ideme também registraram os maiores aumentos em cinco produtos: frutas (6,88%), raízes (3,68%), óleo de soja (2,90%) e leite pasteurizado (1,91%). Na cesta básica de junho, quatro produtos apresentaram maiores reduções de preços. Os legumes caíram 6,33%, o café teve redução de 2,30%, o açúcar registrou decréscimo de 2,11% e o preço da farinha de mandioca diminuiu 1,52%. Para pagar os R$ 175,67 na cesta básica, uma pessoa precisou trabalhar cerca de 83 horas.

Bartolomeu Honorato, da Assessoria de Imprensa do Ideme