João Pessoa
Feed de Notícias

Ideme e IBGE divulgaram dados onde o Estado ficou com

quarta-feira, 17 de novembro de 2010 - 15:03 - Fotos: 
A economia da Paraíba obteve o terceiro maior crescimento da região Nordeste em 2008. O Produto Interno Bruto da Paraíba (PIB) cresceu 5,5% na comparação entre 2008 e 2007, somando R$ 25.697 bilhões. Com esse resultado, a Paraíba passou o Rio Grande do Norte e já é a quinta maior economia entre os nove estados nordestinos. Os dados foram divulgados, nesta quarta-feira (17), pelos Institutos de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) e Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No Nordeste, a Paraíba só ficou com crescimento econômico abaixo do Piauí, que apresentou 8,8% na elevação no PIB e Ceará, com 8,5%. A taxa da Paraíba (5,5%) ficou acima da Bahia (5,2%) e Pernambuco (5,3%). Em nível nacional, a Paraíba ficou com o 11º maior crescimento entre os estados brasileiros e é a 18ª economia do País. O PIB do Nordeste, em 2008, chegou a R$ 397,5 bilhões. Já a soma de todas as riquezas geradas no Brasil ficou em R$ 3,03 trilhões.    

Conforme análise do gerente de Informações para o Planejamento do Ideme, Geraldo Lopes, o setor de serviços contribuiu com mais da metade da taxa de crescimento da Paraíba. O segmento – que envolve, por exemplo, as atividades de aluguel de imóveis e administração pública – foi responsável por contribuir com 2,8% da taxa de 5,5% de aumento do PIB paraibano.

“Como o resultado do PIB da Paraíba foi bastante positivo, que fez até a Paraíba passar o Rio Grande do Norte, o destaque desse desempenho ficou por conta do setor de serviços. Esse grupo é o que mais contribui para o crescimento da economia paraibana ao atingir 2,8%. A indústria contribuiu com 1,9% da taxa de elevação do PIB do Estado e a agropecuária só conseguiu contribuir com 0,6%”, detalhou Geraldo Lopes.

No quesito participação na geração de riquezas, o setor de serviços é que tem o maior peso na economia da Paraíba. O grupo produziu 72,4% dos R$ 25.697 bilhões do Produto Interno Bruto. Dentro do segmento serviços, a administração pública, nas esferas municipal, estadual e federal, participa com 31,3% de tudo que o setor gera na Paraíba. Os segmentos indústria e agropecuária produziram 21,4% e 6,1% do PIB, respectivamente.

O analista sócio-econômico do IBGE, Jorge de Souza, afirmou que o desempenho da economia da Paraíba está associado ao crescimento econômico apresentado no Nordeste. “A economia nordestina está com elevação acima da média do Brasil e Paraíba vem acompanhando essa subida. O mesmo acontece com as regiões Norte e Centro Oeste. O resultado do PIB é bastante positivo para a Paraíba”, declarou Jorge de Souza.

Renda per capita – Apesar da Paraíba registrar a terceira maior taxa de elevação do PIB em 2008, a renda per capita paraibana (riqueza divida pela população)  é a quarta menor do Nordeste. Em 2008, o PIB per capita atingiu R$ 6.866, valor abaixo da média nordestina (R$ 7.488) e do Brasil (15.990). “Ainda vemos que o que é produzido na Paraíba não é distribuído uniformemente em renda”, avaliou Geraldo Lopes.

O superintende adjunto do Ideme, Eraldo Marinho, declarou que os dados sobre a geração de riqueza e distribuição de renda, na Paraíba, servirá para que os poderes públicos possam criar políticas de desenvolvimento estadual. “São dados importantes que mostram nossa realidade econômica. Eles servem para que possamos montar ações para uma melhor distribuição de renda”, disse.

Ranking das economias do Nordeste
Estado                Valor do PIB          Taxa de crescimento entre 2007 e 2008
Bahia                  R$121.508 bilhões               5,2%
Pernambuco        R$ 70.441 bilhões                5,3%
Ceará                 R$ 60.099 bilhões                8,5%
Maranhão            R$ 38.487 bilhões                4,4%
Paraíba               R$ 25.697 bilhões                5,5%
Rio G. do Norte    R$ 25.481 bilhões                4,5%
Sergipe               R$ 19.552 bilhões                2,6%
Alagoas              R$ 19.477                            4,1%
Piauí                  R$ 16.761                            8,8%
Sergipe              R$ 19.552 bilhões                 2,6%
Alagoas              R$ 19.477                            4,1%
Piauí                  R$ 16.761                            8,8%
 
Ranking da renda per capita no Nordeste
Sergipe              R$ 9.779
Bahia                 R$ 8.378
Rio G. do Norte   R$ 8.203
Pernambuco       R$ 8.065
Ceará                R$ 7.112
Paraíba              R$ 6.866
Alagoas              R$ 6.227
Maranhão           R$ 6.104
Piauí                  R$ 5.373
 

Assessoria de Imprensa do Ideme, com fotos de Walter Rafael, da Secom