João Pessoa
Feed de Notícias

Ideme discute potencialidades econômicas, sustentabilidade e desenvolvimento social durante IV ExpoCaatinga

quinta-feira, 30 de abril de 2015 - 12:10 - Fotos: 

O Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) participou das discussões sobre as potencialidades do Bioma Caatinga, promovida pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), durante a IV ExpoCaatinga, que aconteceu nesta semana, na cidade de Sumé, localizada no Cariri paraibano. “Os benefícios da transposição das águas do São Francisco foram um dos pontos mais debatidos durante o evento”, destacou o superintendente do Ideme, Otávio Mendonça, que proferiu palestra sobre potencialidades econômicas, sustentabilidade e desenvolvimento social.

Para Otávio Mendonça, os municípios paraibanos precisam se preparar estrategicamente para receber o aporte hídrico advindo da obra de Transposição das Águas do Rio São Francisco, em especial os situados no Cariri, que serão beneficiados pelo Eixo Leste da Transposição, através da bacia do rio Paraíba.

“O Governo do Estado tem se colocado sempre a disposição para apoiar todas as discussões que possam contribuir positivamente com a melhoria de vida dos paraibanos, como acontece durante a ExpoCaatinga”, lembrou o superintendente do Ideme, que debateu o tema “A importância do estudo da Agroecologia para a região do Cariri e a conservação dos espaços hídricos”, com alunos do curso de Agroecologia, da UFCG, na quarta-feira (29).

Mendonça ressaltou que os benefícios econômicos, culturais e sociais que irão surgir a partir da transposição são imensuráveis, mas é preciso planejamento e ação conjunta dos órgãos públicos, sociedade civil e iniciativa privada para que o desenvolvimento aconteça de forma sustentável. O gestor lembrou ainda que o Instituto tem a missão de contribuir para a construção e a implementação de políticas públicas, através da elaboração de estudos, pesquisas e projetos nas áreas socioeconômicas, a partir de parcerias públicas e privadas.

A IV ExpoCaatinga aconteceu no período de 28 a 30 de abril, destacando saberes e práticas voltadas para as potencialidades do Bioma Caatinga, no Núcleo de Extensão Cultural (Next), sob o tema: “Plantando conhecimento, colhendo vida”.