Fale Conosco

11 de março de 2013

Ideme constata aumento de 1,72% do Custo de Vida em João Pessoa



O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade de João Pessoa apresentou um acréscimo nos preços médios de 1,72% no mês de fevereiro, segundo os dados divulgados pelo Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) nesta segunda-feira (11). Com esse resultado, o percentual acumulado do custo de vida na capital paraibana ficou em 10,19% nos últimos 12 meses.

De acordo com a pesquisa, o grupo Alimentação sofreu aumento de 6,71% em fevereiro de 2013, com as maiores variações positivas registradas no IPC principalmente nas hortaliças e verduras (22,48%), nos tubérculos e raízes leguminosas (17,35%) e nas farinhas, féculas e massas (8,82%). Outro grupo em que também se registrou acréscimo foi o de Serviços Pessoais (2,18%), em especial no item educação (4,06%). Em contrapartida, o grupo Vestuário revelou uma queda de 0,86%, impulsionado principalmente pelos preços médios das roupas de criança (4,16%) e de homem (3,21%).

Levando-se em consideração apenas os reajustes individuais, os produtos/serviços cujos preços mais influenciaram positivamente o IPC de fevereiro em João Pessoa foram: pimenta do reino (50,51%), repolho (48,78%), tomate (41,88%), chuchu (30,38%), cenoura (27,68%), pó compacto (24,57%), coentro (24,55%), caranguejo (22,24%), limão (21,05%), alface (19,80%), batata inglesa (19,37%), móveis de sala de jantar (17,78%), cueca (17,47%), abóbora (17,02%), farinha de mandioca fina (14,68%), camarão salgado (14,58%), móveis de sala de estar (14,31%), armação de óculos (14,10%), bananada (14,04%), farinha de mandioca grossa (13,73%), roupa de cama (13,60%), bermuda (13,33%), curso formal (12,92%), beterraba (12,90%), cebola (10,97%) e biquíni (11,88%).