Fale Conosco

1 de novembro de 2013

Hospital Regional realiza mais de 500 cirurgias de catarata em Picuí



Em dois anos e sete meses, o Hospital Regional de Picuí realizou 508 cirurgias de catarata. Em 2011, foram 69; em 2012, 261 e até outubro deste ano, foram realizados 178 procedimentos.

As cirurgias de catarata são realizadas no Hospital Regional de Picuí de forma célere. O Governo do Estado, através do Hospital, disponibiliza ao paciente uma equipe qualificada. A princípio, o usuário faz a consulta e é encaminhado à central de marcação do próprio hospital, onde é agendada sua cirurgia. Na data marcada, já faz a biometria, exame que definirá o tamanho da lente a ser implantada”, explicou o diretor do Hospital, Rommel Marques Moura.

Rommel destacou que, no total, foram realizados 4.392 procedimentos cirúrgicos nas diversas especialidades. Além disso, foram realizados 142.744 atendimentos, entre urgências, emergências, exames especializados, internações, pequenos procedimentos ortopédicos, raios-x, fisioterapia, entre outros.

O Hospital Regional de Picuí atende, aproximadamente, 103 mil habitantes, beneficiando os moradores de Picuí, Frei Martinho, Pedra Lavrada, Cubati, Nova Palmeira, São Vicente do Seridó, Algodão de Jandaíra, Cuité, Nova Floresta, Baraúna, Barra de Santa Rosa, Damião, Sossego e demandas de urgência e emergência do Estado do Rio Grande do Norte, dos municípios de Jaçanã, Carnaúba dos Dantas, Coronel Ezequiel e outros.

A unidade hospitalar tem cerca de 30 médicos, além de nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares administrativos, porteiros, motoristas, auxiliares de serviços gerais, maqueiros, cozinheiras, copeiras, recepcionistas, telefonistas e pessoal de apoio.

Além dos procedimentos cirúrgicos, o hospital oferece serviços de ultrassonografia, eletrocardiograma, radiologia (raio-x), oximetria neonatal para recém-nascidos, testes rápidos de HIV, hepatites B e C, sífilis, anatomopatológico, mapeamento de retina, fisioterapia, biometria, fundoscopia, gonioscopia, tonometria, biomicroscopia e acolhimento com classificação de risco.