João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital Regional esclarece óbito de paciente causado por queda de cavalo

terça-feira, 1 de dezembro de 2009 - 18:49 - Fotos: 

A direção do Hospital Regional Dom Luiz Gonzaga Fernandes, de Campina Grande, reafirmou nesta terça-feira (1º) que não houve negligência por parte do órgão em relação ao agricultor José Monteiro Junior, 23 anos, que morava no Sítio Tabuada (zona rural de Boqueirão) e sofreu uma queda de cavalo no último sábado, vindo a óbito por volta das 8h15h do domingo. Mesmo assim, a direção determinou a abertura de uma sindicância administrativa para apurar o caso.

Conforme o esclarecimento, o agricultor sofreu uma queda de cavalo no sábado e, como não suportou as dores, procurou atendimento na unidade hospitalar. Como a máquina de raios-X havia quebrado horas antes, os familiares procuraram o Hospital Pedro I e lá foi realizado o exame necessário. 

Em seguida, José Monteiro deu entrada no Hospital Regional por volta das 4h30 e recebeu o devido atendimento. Seu estado era grave, ele foi levado direto para o Centro Cirúrgico e lá operado. Segundo o diagnóstico, o paciente chegou com múltiplas fraturas de costelas, provocadas por queda de cavalo, mais contusão pulmomar direita, abdome agudo hemorrágico e lesão hepática. Ele veio a óbito por volta das 8h15 no Centro Cirúrgico, após sofrer parada cardíaca. Os médicos ainda tentaram reanimar o paciente, mas ele não resistiu.

Sobre o raios-X do Hospital Regional, a coordenadora do setor, Paula Soares, garantiu que o aparelho começou a funcionar já no domingo. O equipamento quebrara às 21h do sábado e foi consertado as 9h da manhã do domingo, por técnicos vindos de Recife (PE). Desde a manhã de domingo, portanto, que o aparelho está funcionando normalmente. 
 

Da Assessoria de Imprensa do Hospital Regional de Campina Grande