Fale Conosco

16 de abril de 2015

Hospital Regional de Sousa qualifica profissionais de saúde no manejo clínico da dengue e febre chikungunya



O Hospital Regional de Sousa promoveu uma qualificação do manejo clínico da dengue e febre chikungunya para os profissionais de saúde (médicos, enfermeiros e técnicos do Núcleo Hospitalar de Vigilância) da unidade. O objetivo principal é preparar esses profissionais para que possam prestar assistência devida aos pacientes com suspeita desses agravos e conduzi-los corretamente, evitando o agravamento e o óbito. A capacitação ocorreu nesta quarta-feira (15) à tarde, no Centro de Treinamento dos Professores, em Sousa.

Durante a apresentação foram abordados os seguintes pontos: como ocorre a transmissão das doenças; sinais e sintomas; tratamento, fluxo de notificação e de laboratório e medidas de prevenção. “Essa foi a primeira de muitas iniciativas que tomaremos para melhorar a qualidade da nossa assistência. Escolhemos iniciar com o manejo da dengue e, principalmente, da Chikungunya, por ser uma doença que já está em circulação no nosso país, dessa forma, vimos a necessidade de atualizar nossos profissionais”, comentou a diretora geral do Hospital Regional de Sousa, Apoliana Ferreira.

A médica Sonaly Medeiros ressaltou que em período sazonal há sempre um aumento no número de casos, em virtude do ambiente favorável à proliferação e circulação do vetor. “Como é o caso desse momento em que estamos passando em virtude das chuvas esparsas. Em nossa região há um déficit nos reservatórios e uma necessidade de armazenamento de água. O que pode gerar um criadouro do mosquito e, consequentemente, a transmissão da doença na região”, pontuou.

A organização do evento ficou por conta da direção geral; coordenações do Núcleo de Educação Permanente em Saúde; do Núcleo de Epidemiologia Hospitalar; de Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e coordenações setoriais, do Hospital Regional de Sousa.