Fale Conosco

14 de maio de 2015

Hospital Regional de Sousa promove qualificação sobre atendimento ao público e relações humanas em saúde



Na manhã desta quinta – feira (14), no colégio Monteiro Lobato, o Hospital Regional de Sousa, que compõe a rede hospitalar estadual, promoveu uma qualificação sobre atendimento ao público, relações humanas em saúde, primeiros socorros, transporte e remoção de pacientes. Participaram do encontro atendentes, auxiliares de serviços gerais, porteiros, maqueiros, vigilantes e motoristas.

O objetivo das orientações é possibilitar a capacitação, de forma a potencializar os profissionais, a partir da construção coletiva de atividades, que venham prestar um serviço humanizado, no trabalho realizado dentro da unidade hospitalar.

Durante o evento foram realizadas palestras sobre o papel do recepcionista no acolhimento por classificação de risco, biossegurança e noções básicas sobre prevenção e controle de infecção hospitalar, relações interpessoais e ética profissional, além de noções básicas de urgência e emergência.

A orientadora das coordenações gerais, Filomena Fecundo, ressaltou a iniciativa da unidade de saúde, em qualificar esses profissionais. “Parabenizo toda equipe pelo resultado satisfatório. Como consequência, essa oportunidade possibilitará um melhor atendimento, no trabalho futuro, desenvolvido por esses profissionais”, pontuou.

Foram abordadas nas apresentações algumas colocações como o melhor atendimento, o que é mais importante nas relações interpessoais no processo de interação, a comunicação nos setores como ferramenta essencial na construção de um serviço prestado com qualidade e eficiência e a necessidade da participação de todos, no processo de mudança.

Para a coordenadora do núcleo de educação permanente do hospital, Andréia Torres, possibilitar ações de capacitação, de forma a potencializar o profissional a partir da construção coletiva é sempre satisfatório. “Essa qualificação serviu para estimular os profissionais, no tocante a um trabalho exercido com mais qualidade de vida, mais desenvoltura no relacionamento profissional e interpessoal, o que os possibilita no aperfeiçoamento do desenvolvimento das atividades relacionadas a cada função, diante dos seus compromissos deveres e direitos”, enfatizou.

A organização do evento ficou por conta da direção geral, coordenação do núcleo de educação permanente em saúde, coordenação do núcleo de epidemiologia hospitalar e coordenação de comissão de controle de infecção hospitalar.