João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital Regional de Patos realiza primeira cirurgia cardíaca

segunda-feira, 14 de setembro de 2015 - 11:31 - Fotos: 

O Hospital Regional de Patos Deputado Janduhy Carneiro realizou no final da tarde de sexta-feira (11) sua primeira cirurgia cardíaca, uma pericardiotomia, abertura do saco membranoso pericárdio que rodeia o coração, para a retirada de líquido. A equipe médica foi coordenada pelo cirurgião cardíaco Jairo Leal.

Ele explicou que o procedimento cirúrgico é de emergência e caso não haja rápida intervenção, o paciente pode entrar em coma e vir a óbito. “O risco de uma transferência de um paciente nestes casos é muito alto. Como o Hospital de Patos não dispunha de cirurgia cardíaca, esses pacientes vinham a falecer ou quando conseguiam transferência eram operados em João Pessoa ou Campina Grande”, enfatizou.

Segundo Dr. Jairo, esse procedimento não se compara a um de ponte de safena ou de válvula, mas trata-se de um importante passo na instituição de cirurgias cardíacas, tanto para esse tipo de doença como para pacientes vítimas de tiros ou facadas que porventura venham atingir a cavidade cardíaca. Hoje o Janduhy Carneiro tem condições de realizar tal procedimento.

O primeiro paciente a passar por procedimento cirúrgico de coração no HRP sofria de insuficiência cardíaca, ou seja, o coração não conseguia bombear o sangue em volume suficiente para suprir as necessidades de todo o organismo. “Ele não conseguia respirar direito e não aguentaria chegar a Campina Grande ou João Pessoa com o coração comprimido pelo líquido”, explicou o cirurgião.

Apresentar um quadro de líquido preso no coração, dificultando o órgão a trabalhar normalmente, é característica de paciente com insuficiência cardíaca, uma das inúmeras patologias que atingem esse órgão vital, e que tem indicação de cirurgia de urgência. De acordo com Dr. Jairo, a cirurgia demorou menos de uma hora.

A equipe responsável pela primeira cirurgia cardíaca no HRP foi composta pelo cirurgião cardíaco Jairo Leal, anestesista Marconi Lustosa, enfermeira Jarina de Sousa, toda equipe do centro cirúrgico e do cardiologista Klauber Marques, que acompanhou o paciente.