Fale Conosco

13 de abril de 2015

Hospital Regional de Patos alerta motociclistas sobre riscos de acidentes



O número de acidentes envolvendo motociclistas preocupa a equipe do Hospital Regional de Patos Deputado Janduhy Carneiro. Mais de 90% das cirurgias ortopédicas ocorrem em pacientes envolvidos em algum tipo de acidente com moto, hoje o veículo mais popular no interior dos estados nordestinos. Segundo o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), o número de motocicletas já supera o de carros em dez estados brasileiros, nove destes no Norte e Nordeste.

Trata-se de um problema de saúde pública. O maior número de vítimas está na faixa jovem de 18 a 34 anos. Quando não chegam a óbito, geralmente essas vítimas sofrem sequelas e precisam de tempo para reabilitação. De 1º a 31 de março deste ano o Regional de Patos realizou 242 cirurgias. Destas, 148 foram ortopédicas, e cerca de 130 em pacientes vítimas de acidente com moto.

O médico-cirurgião buco-maxilo, Cadmo Filho, destacou as fraturas de face ocasionadas pelo uso incorreto de capacete, um equipamento de proteção do motociclista, mas que muitos fazem pouco caso e não seguem as recomendações de segurança. “Na maioria dos acidentes em que há fratura de face, o piloto não faz uso correto do capacete, não fecha a trava e no impacto o protetor da cabeça se desprende ocasionando lesões na cabeça, na face. Mês passado ocorreram 15 cirurgias de face no bloco cirúrgico do HRP. O médico também alerta sobre o estado de alcoolemia em que muitos acidentados de motocicletas são atendidos no Hospital de Patos.