João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital Regional de Campina Grande registra apenas 21 casos de urgência e emergência no carnaval

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010 - 17:45 - Fotos: 

O Hospital Regional de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes divulgou os dados contendo números de atendimentos no setor de urgência e emergência realizados no período de Carnaval.  O balanço revela que o festejo de Momo foi tranqüilo em Campina Grande e cidades circunvizinhas.

Entre os dias 13 e 16, apenas 21 pessoas deram entrada na Emergência do Hospital Regional com ferimentos provocados por acidentes de motos, tiros, facadas, atropelamentos ou espancamentos. No dia 13, apenas cinco pessoas foram socorridas para o HR sendo duas por facadas, duas por tiros e uma por atropelamento. No domingo de Carnaval, o plantão também foi considerado tranqüilo. Seis pessoas foram atendidas, sendo duas feridas a facadas, duas com ferimentos provocados por tiros, uma por espancamento e outra por atropelamento.

Na segunda-feira, cinco pessoas foram atendidas no setor de emergência do HR sendo duas por acidentes de motos e três por facadas.  Já na terça-feira, último dia dos festejos carnavalescos seis pessoas mais seis pessoas deram entrada no hospital sendo três com ferimentos provocados por facadas, uma por espancamento, uma por tiro e outra pessoa machucada em decorrência de um acidente de moto. Uma criança de 8 anos, que teria sido violentada no Tambor, também foi atendida no HR no começo da noite.

Até mesmo o movimento no setor de ambulatório foi considerado pequeno se comparado com os outros dias normais. As pessoas atendidas no Hospital Regional no período carnavalesco são oriundas de Campina Grande, Puxinanã,  Alagoa Nova, Barra de Santa Rosa, Santa Luzia, Riachão de Bacamarte e São Sebastião de Lagoa de Roça. A equipe de plantão no HR atribui ao pequeno de atendimentos no período momesco ao fato de Campina Grande não ter a tradição de realizar grande carnaval, e a cidade se voltar para os encontros religiosos.

Por ocasião do Carnaval, o Hospital Regional de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes montou um esquema especial para atender a população no período momesco. Durante todos os dias de carnaval, o Hospital esteve funcionando plenamente com médicos plantonistas 24 horas para os atendimentos de urgência e emergência.

Único hospital público a possuir médicos em 18 especialidades, o Hospital Regional é especializado em realizar ações de urgência e emergência. Mantido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), a unidade é referência na região e atende pacientes de 180 municípios.

 
Da Assessoria de Imprensa do Hospital Regional