Fale Conosco

11 de junho de 2015

Hospital Geral de Mamanguape registra mais de 6 mil atendimentos em maio



O Hospital Geral de Mamanguape (HGM) registrou 6.568 atendimentos no mês de maio. Entre as especialidades mais procuradas pelos pacientes, 3.923 foram para a clínica médica; 678 em pediatria e 676 em maternidade.

De acordo com o balanço, as pessoas assistidas são dos 12 municípios do Vale do Mamanguape e de cidades do Rio Grande do Norte. O número foi considerado positivo pelo diretor-médico do HGM, Francilino Leite. “Estamos atingindo nossa meta e servindo a população com qualidade. O nosso objetivo é de ser referência estadual”, ressaltou.

Outras atividades movimentaram o mês no HGM. No dia 25 de maio, o posto de coleta de leite humano foi inaugurado. No mesmo dia, foi iniciado o curso de Fitoterapia, que é uma parceria da Secretária de Saúde e Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e capacita funcionários do hospital e a comunidade para cultivar e manipular plantas medicinais.

Ainda no mês de maio, teve início o Mutirão de Cirurgias de Catarata. O objetivo é atender pacientes que necessitam e estão aptos ao procedimento. Nas duas primeiras semanas foram realizadas 20 cirurgias.

Hospital Geral de Mamanguape – Construído pelo Governo do Estado e inaugurado em julho de 2014, o HGM é uma unidade hospitalar pensada para ser referência de atendimento aos municípios que compõem o Vale do Mamanguape: Baía da Traição, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itapororoca, Jacaraú, Mamanguape, Marcação, Capim, Lagoa de Dentro, Mataraca, Pedro Régis e Rio Tinto.

Hoje, a estrutura do HGM conta com 70 leitos, sendo 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 10 de pediatria, 20 de clínica médica, 15 de clínica cirúrgica e 15 na maternidade.