Fale Conosco

9 de dezembro de 2011

Hospital de Trauma leva ações e serviços de saúde ao Renascer



O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena promoveu nessa quinta-feira (8) um dia de ação social no conjunto Renascer, Cabedelo. O evento foi realizado em parceria com o Centro Evangélico de Assistência à Criança e ao Adolescente (Cenca), instituição sem fins lucrativos com mais de 20 anos de fundação. A ação contou com a participação de bucomaxilos, nutricionistas, estagiários, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, médicos, assistentes sociais, psicólogos e alunos de odontologia.

Durante toda a manhã, os profissionais realizaram mais de mil atendimentos, entre exames de glicemia, aferição de pressão arterial, avaliação nutricional, exames clínicos, fluoretação, além de higiene bucal, atividades lúdicas e distribuição de brinquedos para  as crianças e adolescentes carentes atendidos pela instituição.

Segundo Evaldo Sales, bucomaxilo do Trauma, eventos que valorizam o ser humano são sempre bem-vindos na instituição. “Ações sociais como esta são uma oportunidade de levar para a sociedade um pouco do nosso conhecimento prático, ajudando na prevenção de doenças e na melhoria da qualidade de vida daqueles que nem sempre podem ir a um consultório odontológico ou clínica médica”, disse.

Para a moradora Djanete Rodrigues, de 43 anos, mãe de duas crianças assistidas pelo Cenca, ações que valorizam a comunidade são de suma importância para os moradores, tendo em vista que eles moram em uma comunidade que necessita de muitos auxílios. “Foi muito bom ver o povo da Cruz Vermelha e do Trauma aqui na comunidade. Seria ótimo se outros hospitais seguissem o mesmo exemplo”, observou.

Já a presidente do Cenca, Maria Marta Araújo, o dia desenvolvido pelo Hospital de Trauma será lembrado por todos como um ato de solidariedade e amor ao próximo. “Fico feliz em ver a demonstração de amor, empatia, misericórdia e compaixão demonstrada por estes profissionais. Sei que muitos abriram mão do lazer no feriado para fazer a diferença na vida destas crianças e adolescentes”, disse a presidente.

Além das atividades oferecidas pelo Hospital, a Secretaria de Saúde do Estado (SES) também disponibilizou enfermeiras, assistentes sociais e psicólogas para ministrarem palestras sobre prevenção a doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e realizarem testes rápidos de HIV, com orientação para o sexo seguro. “Tem muitos pais e jovens que nunca receberam nenhum tipo de orientação sexual, por isso que ações como esta são de suma importância para a prevenção das DSTs”, destacou a psicóloga da SES Clênia Borba.