Fale Conosco

27 de março de 2012

Hospital de Trauma de JP utiliza humor para conscientização sobre Aids



A Companhia Teatral da Saúde e do Sorriso do Hospital Clementino Fraga, que é referência no tratamento de HIV, apresentou nesta segunda-feira (26), uma peça teatral que discutiu temas como DST’s/Aids para pacientes, acompanhantes e funcionários do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. O bom humor informativo contagiou todos que presenciaram o evento.

O enredo que é intitulado “Confie e me dei mal” conta a história de uma viúva que acreditava “cegamente” na fidelidade do marido até descobrir que ele era soropositivo. De forma interativa, os atores debateram a importância do exame para se detectar o vírus e o uso do preservativo em uma relação estável, além do convívio com o portador de HIV.

O coordenador da companhia teatral, Francisco Morais, explica que a peça buscar conscientiza as pessoas de uma forma divertida. “O humor é capaz de quebrar preconceitos e, ao mesmo tempo, faz as pessoas refletirem sobre suas próprias ações cotidianas”.

De acordo com a coordenadora do Centro de Imagem – CDI, Anna Aragão, momentos lúdicos podem proporcionar grandes aprendizados. “A peça além de ser muito engraçada me fez refletir sobre os mitos e preconceitos enfrentados ainda pelos soropositivos. Devemos quebrar  as barreiras do preconceito todos os dias para uma sociedade mais humana e justa”, diz a coordenadora do CDI, Anna Aragão.