João Pessoa
Feed de Notícias

Hospital de Trauma implanta projeto que acelera recuperação de paciente

sexta-feira, 21 de junho de 2013 - 12:08 - Fotos: 

Os pacientes que realizarem cirurgias no Hospital de Emergência de Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, terão mais conforto durante os processos pré e pós-operatórios. Um projeto conhecido por ACERTO (Aceleração da Recuperação Total Pós-operatória) visa agilizar a recuperação de pacientes, alterando alguns cuidados pós-operatórios. Nesta semana, médicos, enfermeiros e profissionais de saúde assistiram a uma palestra sobre a implantação do projeto no Hospital de Trauma, que inicialmente se dará apenas em cirurgias ortopédicas.

De acordo com o médico anestesiologista, Luiz Eduardo Imbelloni, responsável pelo projeto no Hospital, o uso tradicional de anestesias a base de opióides traz uma série de complicações e efeitos colaterais para os pacientes. “Usando outras técnicas de anestesia, você pode reduzir consideravelmente estes efeitos em todos os tipos de cirurgia, não apenas nas ortopédicas”, afirma.

Ele explica ainda que as alterações nas técnicas anestesiológicas diminuem o tempo de jejum dos pacientes no pré e no pós-operatório, sendo que alguns pacientes passam por um período sem alimentação de até 20 horas. As mudanças também evitam que o paciente precise ser internado na UTI, reduzindo o tempo de permanência em internação e o risco de infecções. “A ideia principal do projeto é sensibilizar os médicos para as novas práticas. A medicina tem avançado muito e é baseada em evidências, mas muitos ainda preferem agir de acordo com as suas próprias experiências. É isso que queremos mudar”, explica o anestesiologista.

Para o superintende da Cruz Vermelha, Ricardo Elias Reftum, a meta é expandir o projeto para outras especialidades médicas, já que o ACERTO traz qualidade de vida aos pacientes e melhora a prática médica no Hospital. “Queremos expandir para as outras especialidades assim que possível, já que os pacientes ganham muito com as novas técnicas. Além disso, o tempo de internação é melhor, ajudando na recuperação e reduzindo o risco de infecções”, ressalta.

Já o diretor Técnico do Hospital, Edvan Benevides, diz que o projeto faz parte de um grupo maior de ações de valorização dos profissionais, através da formação continuada, e de humanização na assistência médica prestada aos pacientes. “Vamos partir para outras linhas de atuação, expandindo estes avanços para outras especialidades médicas e acadêmicas, e o projeto ACERTO é um dos primeiros passos nesse sentido”, finaliza Edvan.