Fale Conosco

13 de março de 2015

Hospital de Trauma de João Pessoa realiza palestra sobre prevenção de acidentes com materiais de alto risco



O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou nessa quinta-feira (12), uma palestra para os funcionários da Assistência, sobre Prevenção de Acidentes com Caixa Perfurante – que é uma das principais causas de acidente do trabalho na unidade de saúde.

“A prevenção é o melhor caminho para evitar acidentes”, disse o técnico de enfermagem do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt), Eduardo Pinheiro, quando iniciou sua palestra. Ele reforçou que os funcionários da Assistência se opõem à utilização de equipamentos de proteção individual, subestimando o risco de se infectarem. “A confiança exagerada faz com que o profissional de saúde ache que não precise se prevenir. Por isso, o Sesmt e a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) estão realizando um trabalho intensivo e pedem ajuda dos coordenadores dos setores para orientar e cobrar a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual – EPI’S de seus colaboradores”, explicou.

Na palestra, foi abordada a questão da contaminação com vírus do HIV e as hepatites A, B e C para que os funcionários não sejam contaminados. “As pessoas acham que só precisam se preocupar com a aids, mas o maior índice de contaminação dentro do hospital é a hepatite”, salientou Eduardo Pinheiro.

Segundo a presidente da Cipa, Cíntia Fernandes, a escolha do tema partiu de uma pesquisa realizada pelo Sesmit e pela própria comissão de prevenção de acidentes, onde detectou que o maior responsável por acidentes no trabalho são os materiais perfuro cortantes. “O objetivo da palestra é conscientizar os funcionários que manuseiam este tipo de material da necessidade de prevenção e após essa série de palestras cobrarem que eles utilizem de forma correta as caixas perfurantes”, completou Cíntia.

Cipa – A meta da Comissão de Prevenção de Acidentes é realizar no Hospital de Trauma de João Pessoa anualmente seis palestras com temas escolhidos junto com Sesmt, que é o setor responsável por fornecer dados das ocorrências de acidentes de trabalho. Atualmente, a Cipa é composta de 30 pessoas, que se dividem em pequenos grupos formados por seis integrantes. Eles foram treinados e orientados para a cada inspeção identificar o problema e achar uma solução. As fiscalizações ocorrem sempre nas terças e quintas-feiras.

Perfuro cortantes – Considerados materiais de alto risco, os perfuro cortantes são alvo de extremo cuidado, principalmente por envolver o risco de contaminação pelo HIV e pelo vírus da hepatite C. Os principais cuidados referentes à prevenção de acidentes com perfuro cortantes se fundamentam no mínimo de contato e de manobras com estes instrumentos.